Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Eventos / Destaques

Fernanda Chamma diretora

Feliz com primeira peça em palco portenho

Redação Publicado em 26/06/2013, às 20h12 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

A também coreógrafa curte o visual encantador do Rio da Prata, em Puerto Madero, antes de ir ao Teatro Opera checar últimos detalhes do musical Los Locos Addams. - CARAS Uruguai
A também coreógrafa curte o visual encantador do Rio da Prata, em Puerto Madero, antes de ir ao Teatro Opera checar últimos detalhes do musical Los Locos Addams. - CARAS Uruguai

A pós o grande sucesso do musical A Família Addams no Brasil, coube a Fernanda Chamma (48) a missão de conduzir a versão portenha do espetáculo em Buenos Aires, Argentina, desta vez como diretora. “Não se via uma bilheteria igual desde O Fantasma da Ópera, que ficou muito tempo em cartaz. Agora buscamos um espírito portenho para empregar nesta versão de Los Locos Addams, como se chama aqui”, explica ela, com vista para o Puerto Madero, um dos cartões-postais turísticos da capital argentina. Considerada uma das grandes coreógrafas da atualidade no Brasil, Fernanda foi convocada pelos produtores brasileiros para ser a diretora geral do musical no país vizinho. “Já fui diretora associada no Brasil. Preparei atores e construí cenas. Aqui, desde o início, tive um trabalho árduo, mas enriquecedor. Estamos recebendo críticas fantásticas e a busca por ingressos está grande”, fala ela, uma semana após a badalada estreia. Declaradamente apaixonada por Buenos Aires, a diretora quase perdeu as contas de quantas vezes já esteve na cidade. “Acho que umas oito ou dez vezes, mas sempre como turista, nunca trabalhando. É bem diferente! Antes, eu me hospedava em bairros mais afastados, mas agora fiquei na Avenida Corrientes, no centro, um lugar mais efervescente”, afirma. Ela também recomenda a cidade para viagens mais curtas. “É uma opção gostosa. Buenos Aires é ótima para férias e feriados. Pretendo voltar mais vezes e conhecer melhor”, declara ela, que também coreografou o musical Alô, Dolly!, em cartaz em São Paulo até julho.