Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Atualidades / FAMÍLIA

Rainer Cadete desabafa após filho ser alvo de racismo: "Muito complexo"

Em entrevista à revista CARAS, Rainer Cadete revelou que o filho já foi alvo de racismo na escola

por Surenã Dias

sdias_colab@caras.com.br

Publicado em 23/08/2023, às 17h39

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Ator Rainer Cadete desabafou sobre os desafios de ser pai de um jovem negro no Brasil - FOTO: MARCIO FARIAS
Ator Rainer Cadete desabafou sobre os desafios de ser pai de um jovem negro no Brasil - FOTO: MARCIO FARIAS

Pai de um adolescente negro de 16 anos, o ator Rainer Cadete (36) é um pai preocupado com a forma como a temática do racismo costuma ser tratada na sociedade. Em entrevista à revista CARAS, ele revelou que o filho já foi vítima de descriminação na escola.

Segundo o ator, que está no ar na novela Terra e Paixão, o tema precisa ser debatido com responsabilidade, para que ele seja destruído. "Ainda precisamos caminhar bastante, isso é um problema sério", declarou.

"Pessoas pretas morrem diariamente neste País. Meu filho já sofreu racismo algumas vezes na escola e foi difícil. É um assunto muito complexo. O primeiro passo é saber que ele existe e que foi construído. E do mesmo jeito que foi construído, pode e deve ser destruído também", completou.

Rainer, que faz o tipo pai amigo, conta que construiu uma relação livre de preconceito com Pietro. "Construímos essa relação com muita verdade. À medida que ele sentiu curiosidade sobre as coisas e me perguntou, fui falando sobre qualquer tema", contou ele. 

"Existe essa ponte aberta de diálogo, feita diariamente com muito interesse e presença. É lindo vê-lo desabrochar, virar um homem cada vez mais comprometido, consciente e militante. Me deixa muito orgulhoso", disse o ator, todo orgulhoso.

Morando com Pietro desde 2020, Rainer conta que o período da pandemia foi importante para os dois se conhecerem ainda mais. "Apandemia foi frustrante, mas um intensivão de convivência, construímos memórias que não esqueceremos. Foi importante para nós", disse.

Leia também: Rainer Cadete vive relação paterna sem tabu com filho; entenda

Apesar da ótima relação que construiu com o filho, Rainer garante que nem tudo foi fácil em sua jornada da paternidade. Ele conta que o fato de ter sido pai aos 19 anos foi algo marcante, não só por ele ser jovem, mas também pela falta de estabilidade financeira. 

"A princípio, o fato de ser jovem, de não ter uma boa condição financeira e ainda estudar e trabalhar, não ter muito tempo. Tive que contar com a ajuda dos avós. Mas sempre estive presente, apesar das dificuldades, e ser pai que se preocupa, se importa e se envolve", declarou.