Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Atualidades / Publieditorial

Natureza em cena com a Cineasta Julia L. Rosengren

Curta-metragem "Leaves" conta com trilha sonora composta de Kiko Zambianchi e busca trazer reflexão sobre o desmatamento desordenado

Redação Publicado em 22/07/2022, às 11h14

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Cineasta Julia L. Rosengren, natural do interior do Ceará, hoje vive nos Estados Unidos - Divulgação
Cineasta Julia L. Rosengren, natural do interior do Ceará, hoje vive nos Estados Unidos - Divulgação
De uma conversa comum podem sair grandes oportunidades. Assim nasceu o curta-metragem Leaves, a partir do relato do sonho da cineasta Julia L. Rosengren para o roteirista Paul Davis. “Foi uma experiência linda, muitas mentes criativas se unindo e assim a obra nasceu”, conta Julia. “É meu bebê. Sou apaixonada pela natureza e desde cedo me vi fascinada por árvores”, completa.
Vindo de uma pequena cidade do Ceará e filha de empreendedores rurais, teve uma infância de poucos recursos e, mesmo vivendo nos EUA, mantém o foco de sempre ir em direção ao que acredita e que possa ser transformador, crendo que seu propósito é levar para o mundo conteúdos para o bem do planeta. E é disso que se trata o filme "Leaves": a partir da relação entre uma mulher e uma árvore de seu jardim, uma mensagem de alerta às mudanças climáticas decorrentes de ações como o desmatamento de florestas.
Julia L. Rosengren ao lado do amigo Kiko Zambianchi, um dos compositores da trilha sonora da obra
Com efeitos especiais e trilha sonora criada por Kiko Zambianchi e Gary O.C, interpretada por Rose Short, a atriz conta suas expectativas. “Acredito que leva uma mensagem forte ao mundo e que muitos sentirão alguma conexão com a natureza após assistirem ao curta”, afirma.
Rosengren, que também é atriz, garante que o seu encanto pela sétima arte começou desde cedo. “Sempre me senti confortável na frente das câmeras e rapidamente me interessei pelo que acontecia por trás delas. Tive a chance de estar no set como dublê no filme Pearl Harbor e fiquei fascinada. Pouco depois me mudei para Los Angeles e fiz vários trabalhos e participações como atriz. Então comecei a pensar que talvez eu pudesse um dia fazer um filme”, finaliza.
O curta "Leaves" está disponível no YouTube e já conta com mais de 600 mil visualizações.