Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Atualidades / Desabafo

Grávida, Jeniffer Nascimento expõe desrespeito em fila preferencial: ‘Surreal”

Mamãe de primeira viagem, a atriz Jeniffer Nascimento desabafou no Instagram

Jeniffer Nascimento - Foto: Reprodução / Instagram
Jeniffer Nascimento - Foto: Reprodução / Instagram

Jeniffer Nascimento vem compartilhando todos os momentos de sua gravidez em suas redes sociais, sejam eles bons ou ruins. A atriz e cantora, que está no sexto mês de gestação de Lara, sua primeira filha, desabafou na última quarta-feira, 13, sobre o fato de não ser respeitada na fila preferencial do aeroporto.

Segundo ela, já viajou cerca de 12 vezes a trabalho durante a gestação e sempre enfrentou a mesma situação, fato que a deixou indignada: “Gravidinhas de plantão do meu Instagram, me tirem uma dúvida? É óbvio que eu sei que a maioria das pessoas grávidas não têm o hábito de viajar tanto de avião como eu tenho viajado por motivos de trabalho”, começou o desabafo e seguiu com o questionamento 

“Quero tirar uma dúvida com vocês: quando vocês estavam grávidas, iam para a fila preferencial no aeroporto, e as pessoas passavam na frente de vocês achando que vocês não são preferenciais? Sem brincadeira…12 vezes aconteceu a mesma coisa. E nunca com funcionários, sempre com pessoas que também estavam na fila preferencial”, começou ela.

Em seguida, Jeniffer afirmou que acha surreal a situação. “E por quê eu estou perguntando isso? Eu acho muito surreal, todas as pessoas nas redes sociais estão falando que a minha barriga está gigante e as pessoas no aeroporto fazendo esse absurdo. Eu estou na fila, a pessoa chega e fala: ‘Somos na frente dela’. Eu tenho que falar: ‘Não, senhora. Eu sou preferencial também, eu estou grávida também’. Sei que antes das grávidas têm idosos de uma certa idade e ok, mas nunca é esse caso”, desabafou. 

A atriz sugeriu que o desrespeito pode ser racismo estrutural. Não é a primeira vez que eu venho aqui falar dos constrangimentos que passei no aeroporto. Mas até então todos os constrangimentos que eu tinha passado no aeroporto era por causa de racismo… Do tipo, a pessoa me vê de costas, acha que não estou grávida, mas lendo a minha imagem acha que eu estou naquela fila querendo tirar algum proveito, sabe?”, refletiu.

Por fim, ela declarou saber que tem gente que faz a louca mesmo, entra em umas filas que não é sua vez de embarcar, porque o ser humano é assim. “Mas existem formas e formas de você questionar uma pessoa. Primeiro: se você é um passageiro, não é um problema seu se uma pessoa está ou não na fila preferencial não sendo preferencial. Se você se incomoda muito com isso, vá até um profissional, questione, para que esse profissional saiba apurar de uma forma educada. Diferente de tudo o que tem acontecido comigo”, ensinou a atriz.