Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS

Após prisão, Belo e Gracyanne Barbosa são flagrados chegando na delegacia

Belo e Gracyanne são flagrados chegando na chegando na Cidade da Polícia, no Rio de Janeiro, após prisão do cantor

CARAS Digital Publicado em 17/02/2021, às 16h28 - Atualizado às 16h44

Após prisão, Belo e Gracyanne Barbosa são flagrados chegando na delegacia - AgNews
Após prisão, Belo e Gracyanne Barbosa são flagrados chegando na delegacia - AgNews

Belo e Gracyanne Barbosa foram flagrados na tarde desta quarta-feira, 17, chegando na Cidade da Polícia, no Rio de Janeiro.

Abatido, o músico chegou acompanhado da polícia. Já Gracyanne chegou em outro carro, logo após o cantor, usando um vestido rosa estampado.

Segundo informações do site G1, o pagodeiro está sendo investigado por um show, proibidos devido à pandemia, que realizou no Complexo da Maré, zona Norte da cidade carioca.

O artista está sendo investigado por um show, proibidos devido à pandemia, que realizou no Complexo da Maré, zona Norte da cidade carioca.

DEFESA DA ESPOSA

Nas redes sociais, a musa fitness defendeu o marido e falou sobre o assunto: "O setor do entretenimento voltou à ativa, e com novas regras também, novos formatos. Meu marido foi abençoado com o talento do canto. Ele é contratado para isso. Chega pela porta de trás nos locais de shows, vai direto ao camarim e entra no palco. Só ali em cima ele tem o contato e a noção do público. Desde que foi liberado voltar aos shows, ele tem feito a parte dele. Cumpre as normas, testa sua equipe, verifica tudo pertinente a ele, à equipe e assim espera que todas as outras partes também o façam", justificou ela.

Vale pontuar que Belo já foi preso outras duas vezes. O músico foi condenado no dia 30 de dezembro de 2002 a seis anos de prisão, acusado de associação para o tráfico, mas ficou preso por cerca de um mês. Ele foi preso novamente em novembro de 2004 quando estava escondido dentro de casa. Desta vez, passou três anos e oito meses na cadeia.