Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS

Despedida de Silvio Santos a Lombardi, a voz oculta

Abalado, o dono do SBT, amigo e patrão, consola o herdeiro do célebre locutor de sua emissora

Redação Publicado em 09/12/2009, às 00h28 - Atualizado às 00h29

Lombardi, famoso pela chamada 'É com você, Lombardi', dita por Silvio, em rara aparição diante das câmeras do SBT. - Agência Estado
Lombardi, famoso pela chamada 'É com você, Lombardi', dita por Silvio, em rara aparição diante das câmeras do SBT. - Agência Estado
Chamado carinhosamente de "a voz de Silvio Santos", o locutor Luiz Lombardi Neto, o Lombardi, se calou. Vítima de infarto, ele morreu dormindo, aos 69 anos, na quarta-feira, dia 2, em casa, em Santo André, ABC paulista. Abalado, o dono e apresentador do SBT, Silvio Santos (78), cancelou a gravação de seu programa, mas voltou atrás para prestar homenagem ao amigo de longa data, que fazia todas as locuções desta e de outras atrações da casa. Sob o olhar de Silvio, o locutor foi velado na Câmara Municipal de Santo André. No dia seguinte, foi enterrado no Cemitério Vila Pires, na mesma cidade. "Meu pai teve morte tranquila. Espero que esteja nos braços de Deus", disse o filho, Luiz Fernando Lombardi Jr. (29). Paulistano, Lombardi queria ser locutor esportivo, sonho realizado pelo filho. Nos anos 1960, na extinta TV Paulista, a Globo de SP, conheceu Silvio. Trabalharam ali por dez anos, até o 'patrão' fundar seu canal e levá-lo junto. Silvio prometeu fazer de Lombardi a voz mais famosa do Brasil. Conseguiu. E é assim que Lombardi sai de cena e entra para a história da TV.