Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Lupita Nyong’o, Cate Blanchett e Matthew McConaughey se destacam no 29º Independent Spirit Awards

Na Califórnia, os vencedores das cinco principais categorias foram os mesmos que do Oscar

CARAS Publicado em 13/03/2014, às 16h00 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

29º Independent Spirit Awards - Danny Moloshok/Reuters
29º Independent Spirit Awards - Danny Moloshok/Reuters

Templo de produções megalomaníacas, Hollywood reconhece também com especial esmero os filmes com orçamentos mais “modestos” — leia-se até 20 milhões de dólares. E na 29ª edição do Film Independent Spirit Awards, realizada em Santa Mônica, na Califórnia, até os vencedores das cinco principais categorias foram os mesmos que do Oscar: Matthew McConaughey (44), Cate Blanchett (44), Jared Leto (42), Lupita Nyong’o (31) e o longa 12 Anos de Escravidão. Em uma cerimônia bem mais despojada, atores, diretores e produtores compartilharam a sensação de dever cumprido na temporada 2014.

Sensação absoluta entre fãs e críticos, a mexicana criada no Quênia Lupita estava acompanhada da mãe, Dorothy Nyong’o. Abdicou do longo em favor de um macacão metalizado curto e, para variar, conquistou a simpatia dos fashionistas. “Dedico o prêmio à minha mãe. Esta linda mulher alimentou meu sonho de ser atriz, me levou aos ensaios, testes e muitas vezes me esperou dentro do carro após um longo dia de trabalho sem reclamar. O seu amor me incentivou a chegar até aqui”, completou ela, eleita Melhor Atriz Coadjuvante por 12 Anos de Escravidão.

A australiana Cate Blanchett garantiu mais uma estatueta para a coleção conquistada com a performance em Blue Jasmine. A loira surpreendeu com look moderno, um vestido de corte reto bordô e nude adornado com um cinto de placa dourada. “É uma sensação maravilhosa. Você faz filmes esperando que eles tenham uma audiência e o fato de Blue Jasmine, que tem duas mulheres no centro da trama, ter conquistado o grande público, o segmento independente e também os grandes distribuidores, não poderia ser mais maravilhoso. Estou muito feliz”, comentou ela. Coube a Cate protagonizar também um dos momentos mais emocionantes da noite, uma homenagem póstuma ao crítico Roger Ebert (1942–2013) e aos atores James Gandolfini (1961–2013) e Philip Seymour Hoffman, encontrado morto aos 46 anos em casa, em NY, em fevereiro.

Os galãs Matthew e Jared, protagonistas do drama Clube de Compras Dallas, levaram, respectivamente, as láureas de Melhor Ator e Melhor Ator Coadjuvante. Mais uma vez, a dupla encantou o público feminino: o primeiro com terno marrom  acetinado, o outro no melhor estilo rock and roll com jaqueta de couro, lenço e camisa xadrez amarrada na cintura. “Agradeço todas as mulheres com quem já estive e todas aquelas que pensam que estiveram comigo. E também à minha futura ex-mulher, estou falando de você, Lupita”, ironizou Jared, sobre os boatos de que estaria namorando a atriz.

Matthew preferiu tom mais sóbrio no discurso. “É um privilégio fazer parte deste grupo de indicados. Este foi um ótimo ano para o cinema independente. Tenho muito orgulho de ter participado de um filme feito em apenas 25 dias, que conta a história deste homem em 1986 e trata de um assunto tão relevante até hoje”, discursou Matthew, referindo-se ao seu personagem, Ron Woodroof (1950–1992), portador do vírus HIV. Sua mulher, a empresária e modelo brasileira Camila Alves (32), também confirmou seu favoritismo no quesito fashion e se consagrou como uma das mais belas na noite com um chique conjunto branco e as fartas madeixas soltas. Já que o evento destacava os melhores do cinema independente, diversidade foi palavrachave no blue carpet. Reese Witherspoon (37) foi de curtinho azul no mesmo tom que Kristen Bell (33). Já Julie Delpy (44) e Ming-Na Wen (50) optaram por turquesa e Shailene Woodley (22) surgiu com a barriga à mostra com combinação de top e saia em tom petróleo. “Existe uma sensação de liberdade com os filmes independentes. Nos projetos de grandes estúdios é como se tivessem muitos chefs na mesma cozinha. O que também é bom e precisa acontecer dessa forma porque é a fórmula. Eles sabem o que funciona ou não”, observou Shailene, que concorreu na categoria Melhor Atriz com The Spectacular Now.

Entre as fãs do vermelho, laranja e coral, aplausos para Elisabeth Moss (31), Bonnie Sturdivant, Greta Gerwig (30), Yolonda Ross (37) e Elisabeth Röhm (40) — sendo que a última investiu em decotes frontal e nas laterais que, por pouco, não mostraram demais. Ao lado de Camila, Sarah Paulson (38), Gong Li (48), Judith Hill (29) e Zoë Kravitz (25), filha do roqueiro Lenny Kravitz (49), eram as mais belas de branco.

O diretor Steve McQueen (44), o produtor Brad Pitt (50), o roteirista John Ridley (48) e o diretor de fotografia Sean Bobbitt (55) foram laureados por 12 Anos de Es cravidão. Já a dupla Chad Hartigan (31) e Cherie Saulter conquistou a categoria especial John Cassavettes por This Is Martin Bonner.