Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

A moda discretamente complexa de Stella McCartney

Bia Paes de Barros Publicado em 12/02/2014, às 17h19 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Acessórios com referências esportivas e mais pesados fazem o contraponto com a leveza dos looks - Marcio Madeira / Zeppelin Photo
Acessórios com referências esportivas e mais pesados fazem o contraponto com a leveza dos looks - Marcio Madeira / Zeppelin Photo

A máxima do “menos é mais” sempre marcou o trabalho da designer britânica. O que ela deixou um pouco de lado nas últimas coleções, em prol do seu estilo minimal sport, foi o tão desejado sex-appeal. Por conta das formas muito exageradas e de modelagens que nem sempre destacam a silhueta, o resultado de suas passarelas recentes acabou mais focado nos elementos de design do que na própria sensualidade. Mas, pelo visto, a história será bem diferente neste verão. Sua essência esportiva e cool continua onipresente, agora com cinturinhas marcadas e decotes em evidência. Afinal de contas, quem resiste a eles? Ainda mais se estiverem perfeitamente em harmonia com o quesito conforto. A começar pelos vestidos levemente evasê, que destacam um caminho importante da temporada: as transparências das saias. Com delicadas rendas sobrepostas e tons contrastantes, eles trazem elementos românticos com aquele toque moderno  que apenas ela sabe dar. Sua busca pelo contemporâneo faz também do clássico conjunto top mais calça de alfaiataria algo além do esperado. Com cinturas bem altas e pernas ajustadas, as calças pedem partes de cima igualmente curtas e pra lá de atuais. Já para as adeptas das pernocas de fora, a jaqueta bomber ganha sua versão minivestido com interessantes texturas misturadas a elementos com jeitão de uniforme de time. Vale destacar também as diferentes gamas de tons nude, que continuam como o melhor substituto do bege. E, no lugar dos esperados acessórios leves, sandálias pesadonas e bolsões do tipo sacola. Afinal, por aqui as coisas até podem parecer simples, mas na verdade elas são mesmo discretamente complexas.