Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Atualidades / Desabafo!

Juliana Silveira revela ter sofrido abuso sexual: "Merecemos justiça"

"Eu não queria ter que escrever ou admitir isso publicamente", confessou a atriz Juliana Silveira nas redes sociais

CARAS Digital Publicado em 12/07/2022, às 17h02

Juliana Silveira revela ter sofrido abuso sexual: "Merecemos justiça" - Reprodução/Instagram
Juliana Silveira revela ter sofrido abuso sexual: "Merecemos justiça" - Reprodução/Instagram

Juliana Silveira (42) usou as redes sociais na tarde desta terça-feira, 12, para falar sobre um assunto bastante difícil. Em um longo desabafo, a atriz revelou ter sofrido abuso moral, físico e sexual.

A revelação aconteceu alguns dias após um médico anestesista ser preso por abusar de uma paciente que estava dopada e passava por um parto cesária.

Ao falar abertamente sobre o assunto, Juliana lamentou "ter que escrever ou admitir isso publicamente", e ressaltou que é importante "ver esses criminosos recebendo suas sentenças". 

"Eu não queria ter que escrever ou admitir isso publicamente, mas SIM. Eu já sofri abuso. Moral, físico e sexual. Mesmo com todos os privilégios existentes em minha caminhada eu não consegui escapar da sina que é SER mulher em uma sociedade machista e misógina", lamentou ela no começo da publicação. 

A atriz confessou que ler notícias sobre mulheres abusadas nas últimas semanas despertou vários gatilhos nela. "As últimas semanas despertaram diversos gatilhos. Estarmos hoje nas redes sociais, tornando pública a violência que milhões de mulheres passaram em silêncio ou que foram desacreditadas ao resolverem pedir ajuda, nos sinaliza que estamos em um processo de amadurecimento. É extremamente desagradável ler sobre isso, eu concordo."

Em seguida, Juliana pediu justiça. "Se você é mulher e não tem nenhum episódio desses em sua história, saiba que você faz parte de um grupo muito pequeno entre todas nós. Precisamos falar sobre assédio, estupro e aborto. Precisamos ver esses criminosos recebendo suas sentenças. Precisamos e temos muito para fazer, mas existe um fio de esperança na evolução da nossa sociedade. Podemos e queremos um mundo em que a gente possa confiar uns nos outros e que possamos nos sentir seguras. Já não aguentamos mais. Queremos e merecemos justiça", completou.

Confira o desabafo de Juliana Silveira: