TV

Gloria Maria rebate críticas após dizer que é contra o 'politicamente correto': ''Sou livre''

Gloria Maria usou suas redes sociais nesta terça-feira, 29, para rebater as críticas que recebeu após afirmar que é contra o "politicamente correto". 

A apresentadora compartilhou em seu perfil um vídeo em que aparece desfilando pela Mangueira em 1988, que na época trouxe o enredo "100 Anos de Liberdade, Realidade Ou Ilusão?", e aproveitou para falar sobre o orgulho que tem da sua história e de tudo que conquistou e afirmou que é livre. 

"32 anos atrás. Orgulho da minha vida. Da minha história!! Nunca serei politicamente correta! Acho um saco! Sou livre. Rebelde! Ninguém vai me dizer como tenho que viver", afirmou ela na legenda da publicação. 

As críticas contra Gloria começou após ela participar de uma live com Joyce Pascowitch e ao dar sua opinião sobre assédio e racismo, a apresentadora afirmou que achava "tudo isso um saco". "Eu acho tudo isso um saco. Hoje tudo é racismo, preconceito e assédio. A equipe com que trabalho me chama de 'neguinha', de uma forma amorosa e carinhosa. Estou mais de 40 anos na televisão, já fui paquerada, mas nunca me senti assediada moralmente. O assédio é algo que te fere, é grosseiro, desmoraliza", disse ela na entrevista. 

E completou: "Existe uma cultura hoje que nada pode. Tem que ter uma diferenciação, não dá para generalizar tudo. O politicamente correto é um porre. Acredito que o politicamente correto é o caráter, a honestidade. Esse mundo que a gente está vem muito da amargura das pessoas, não aceito".

A declaração de Gloria acabou tendo uma grande repercussão nas redes sociais, já que alguns criticaram o discurso da apresentadora e outras a apoiaram. 

Confira: