Thiago Braz relembra momentos da carreira e fala de projetos futuros - COB
Exclusivo!

Em exclusiva, Thiago Braz relembra momentos da carreira e fala de projetos futuros

O atleta olímpico Thiago Braz bateu um papo exclusivo com a CARAS Digital, onde falou um pouco sobre momentos importantes da carreira e o que está preparando para os próximos anos

Valentina Rosa Publicado em 26/11/2021, às 14h10 - Atualizado às 14h19

Nascido no interior de São Paulo, o tímido Tiago Braz (27) sempre quis fazer história no esporte. Após anos de carreira e muita dedicação, unido ao seu grande talento, o atleta do salto com vara conquistou o Brasil em 2016 e hoje é considerado um dos grandes esportistas do país. 

Mas muito antes de se consagrar no atletismo, Thiago já tinha tentado outros ramos no esporte: "Desde pequeno eu gostava de esportes. Comecei jogando basquete, depois passei para o futebol até conhecer o atletismo, onde me identifiquei e me apaixonei pelo salto com vara.", disse o atleta durante um bate-papo exclusivo com a CARAS Digital

O esporte foi apresentado em sua vida por meio de um tio e quando conheceu o atletismo, foi paixão a primeira vista: "Quem me apresentou o esporte foi o meu tio Fabiano. Naquela época eu era muito novo, não sabia o que realmente gostaria de fazer e acabei circulando por várias modalidades, até me encontrar no salto com vara. A partir daí, entrei em uma rotina de treinos e mais treinos até me profissionalizar e hoje, graças a Deus, está dando certo e eu não me vejo fazendo outra coisa.". 

Para aprimorar ainda mais seus talentos, em 2014 sua vida deu uma volta e ele foi parar na Itália para treinar com um dos grandes nomes do esporte, Vitaly Petrov (37). Mesmo ele reconhecendo que esse era um dos seus grandes sonhos, confessa que foi um momento difícil: "Tive que fazer uma escolha, para aprimorar as minhas técnicas e ter a oportunidade de treinar ao lado do Vitaly, que foi o técnico do Sergey Bubka. Passamos por muitos momentos difíceis, mas foi super importante para o nosso aprendizado."

É claro que por meio de tanto trabalho vieram grandes resultados. Thiago é detentor de muitos recordes no salto com vara e para ele, isso é resultado de seu esforço: "Esses recordes, são frutos de muito trabalho, eles me motivam cada vez mais a continuar treinando e fazendo o que mais amo. Cada medalha, cada vitória, é uma conquista pra mim. Ter duas medalhas olímpicas, trazer esses títulos para o Brasil é inexplicável. Me sinto muito feliz!"

Entre as muitas conquistas do atleta está a inesquecível participação na Olimpíada do Rio de Janeiro de 2016, onde ele conquistou o ouro logo em sua primeira participação nos Jogos: "Conquistar uma medalha olímpica, representar o meu país é uma mistura de sentimentos que não dá para descrever. Essa conquista me dá cada vez mais gás e motivação", confessou ele. 

Na ocasião, o atleta recebeu um grande apoio da torcida presente no estádio que lhe ovacionava a cada salto completo. Para ele, isso foi muito importante para a conquista: "Em 2016 a torcida me motivou muito a conquistar a medalha de ouro para o nosso país. Ter o calor do público me apoiando, vibrando por mim é algo que não dá para descrever, e isso meu deu mais energia para superar os meus limites e fazer o meu melhor."

Após esse grande acontecimento, sua vida mudou! Ele passou a ser reconhecido na rua como um dos heróis olímpicos, além de passar a dar uma visibilidade maior para o esporte tão pouco falado no Brasil: "Para ser sincero, não entendia muito bem o que estava acontecendo, por incrível que pareça. Receber o carinho do público, as pessoas me parando para tirar foto, eu meio sem entender, até porque o atletismo não é muito popular. Mas depois a ficha caiu, aí sim eu pude curti e aproveitar cada momento. Eu fiquei maravilhado com tudo aquilo."

Para a Olimpíada que aconteceu em 2021 no Japão a preparação foi um tanto quanto diferente. Isso porque a pandemia da covid-19 afetou e muito deus treinamentos: "Foi difícil, nós passamos por um momento onde o mundo virou de ponta cabeça, algo inimaginável. Mas nós conseguimos nos reinventar e tirar uma lição disso tudo. E eu fiquei completamente focado, mesmo com dificuldades treinando em casa, aproveitando cada espaço e deu certo!"

"Por conta da pandemia, precisei treinar em casa. A minha sorte é que tinha um jardim, que dava para fazer meus treinos como corrida, flexão. Adaptando, dava para fazer musculação ao ar livre, bem estilo Cross fit. Fizemos umas adaptações e tentei fazer o máximo para fazer os exercícios mais parecidos com os que eu tinha dentro das pistas.", completou. 

No Japão, ao contrário do que aconteceu no Brasil, ele não pode contar com o apoio da torcida, que estava proibida no estádio. Entretanto, Thiago garantiu que isso não foi um problema para ele: "Por incrível que pareça não foi difícil, estava tão ansioso pra chegar logo que o meu único pensamento era competir. Acredito que não eu, mas muitos atletas devem ter sentido essa falta, ainda mais não tendo condições necessárias para os treinos."

Em sua segunda Olimpíada Thiago não voltou de mãos abanando, conquistando a medalha de bronze: "Foi uma honra! Essa segunda conquista olímpica me deu muito mais inspiração para chegar em Paris 2024 com tudo! Não posso deixar de agradecer a NR Sports, porque acreditou muito no meu trabalho, aos meus patrocinadores e essa medalha também veio do apoio que eles me deram, eu não teria chegado onde eu estou sem eles!", comentou ele emocionado. 

Com o tempo passando com rapidez, o esportista já pensa na Olimpíada de 2024, que acontecerá em Paris: "Estou a todo vapor para Paris 2024, treinando todos os dias, estou muito confiante. Se Deus quiser, vou trazer mais uma medalha para o Brasil.", diz ele completando: "Um futuro com muitas conquistas e quero deixar um legado para a juventude que vem aí. Não desistam, vão atrás! Acreditem que dará certo!"

Por fim, Thiago deixou umas palavras de incentivo para quem, assim como ele, sonha em se tornar um atleta olímpico: "Disciplina, resiliência, foco, equilíbrio emocional e que a derrota pode te levar a vitória!"

Esporte atleta olimpíada Thiago Braz Paris 2024 Tokio 2020 Rio 2016