Assine

Por Juliana Cazarine

Gigi Monteiro abre seu refúgio no interior de São Paulo

Amplo e acolhedor, o lar da fotógrafa, no interior de São Paulo, é uma verdadeira ode à natureza

A duas horas da capital paulista, a fotógrafa Gigi Monteiro (45) tem um refúgio particular. É no condomínio Quinta da Baroneza, no interior de São Paulo, onde ela desfruta os finais de semana ao lado do marido, Carlos Lima Jr. (54), e do filho, Pedro (9). “Nós temos uma vida agitada e aqui descansamos, recebemos a família e os amigos, praticamos esportes”, conta. A residência de 1500m², projetada e executada há cinco anos pela arquiteta Debora Aguiar, também foi o cenário do bucólico enlace do casal proprietário. “Quando vi o terreno pela primeira vez, fiquei impressionada com a posição dele e com a vista. Como são dois lotes, ficamos na dúvida se ocuparíamos apenas um deles ou os dois. Decidimos em conjunto posicionar a casa ao meio”, explica a profissional. Dessa forma, a planta foi planejada em formato de L.

A área social ocupa o térreo e a privativa, o segundo andar. A área externa de 6000m² tem vista para as montanhas de Bragança Paulista. Nela, está o jardim – eleito o residencial mais bonito do mundo – assinado pelo paisagista Alex Hanazaki, premiado pela Sociedade Americana de Arquitetos Paisagistas. A abundância da natureza é exaltada em todo o projeto. “A casa é toda muito transparente. Essa mescla de indoor e outdoor favorece a convivência com a natureza”, explica Debora. O living principal da casa, com pé-direito altíssimo, é aberto para todos os jardins. A luz natural, portanto, é abundante em todo o espaço. No andar superior estão localizadas uma sala privativa e sete suítes – na do casal, painéis de vidro dão vista panorâmica para a paisagem local. O cômodo possui, ainda, um terraço privativo com porta camuflada no painel de madeira, que foi feito com material de demolição. O mobiliário da casa, por sua vez, também é composto por peças de matérias-primas naturais, como o couro e toras de reaproveitamento.

Na decoração, Gigi exibe algumas de suas fotografias. “Quando saí da Band, meu último trabalho na TV, pensei em ter um ano sabático. Mas esse período coincidiu com o planejamento da casa. Pedi para a Debora me deixar colocar alguns dos meus trabalhos na decoração. Ela se apaixonou e passou a incluir em outros projetos dela”, lembra Gigi, que transformou o hobby em profissão, se especializou na área e hoje vende e expõe obras ao redor do mundo.

Tags relacionadas: Débora Aguiar | DECORACAO

Notícia publicada Qua, 11 out 2017 as 15:10, por Juliana Cazarine.




-->