Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Josie Pessoa se rende aos encantos de Brasília

Após o fim das gravações de 'Império', a atriz desvenda a capital em sua primeira visita

CARAS Digital Publicado em 15/04/2015, às 18h24 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Durante visita à Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida, Josie admira a arquitetura da igreja - JAIME BÓRQUEZ
Durante visita à Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida, Josie admira a arquitetura da igreja - JAIME BÓRQUEZ

Nem bem desembarcou em Brasília e Josie Pessoa (26), a Du da novela Império, encerrada em março, foi cercada por fãs. Seus admiradores têm um desejo: tocar os longos cabelos vermelhos da moça, como se para testar se são verdadeiros. São, sim, e dão trabalho. Ela pinta a cada 15 dias. As madeixas requerem hidratação frequente e, como a tintura é constante, nunca sai completamente e, às vezes, mancha a roupa. “Troquei toalhas de banho e roupa de cama, principalmente as fronhas. Uso tudo preto. Mas gosto desse visual e pretendo ficar com ele até o próximo personagem”, diz a atriz nascida em Niterói, RJ. Em sua primeira vez na capital federal, Josie ficou fascinada com a cidade moderna e monumental: “É muito mais bonita ao vivo”. A atriz teve a oportunidade de admirar a cidade, criada pelos mestres Oscar Niemeyer (1907– 2012), Lúcio Costa (1902–1998) e Burle Marx (1909–1994), de vários ângulos: a viu de cima em voo de helicóptero, do alto em roda-gigante, do Lago Paranoá em passeio de iate e de pertinho em um roteiro de bicicleta chamado Experimente Brasília. Ficou encantada. “É simples e magnífica. Adorei as superquadras, os prédios, o vão livre nas portarias com o vento correndo e a garotada se encontrando ali embaixo. As quadras têm creche, escolinha, lugar para brincar... É uma qualidade de vida que eu não conhecia”, avalia ela, dona de um estilo moderno como o da cidade. De bike, foi também até os principais pontos turísticos na chamada Rota do Modernismo. Conheceu a Esplanada dos Ministérios, a Praça dos Três Poderes, o Itamaraty, a Torre de TV, o Museu de Brasília, escalou as paredes do Teatro Nacional e encontrou um atrativo a mais na Catedral, além das esculturas de anjos de Alfredo Ceschiatti (1918–1989) e da beleza arquitetônica: “Ainda tem o telefone sem fio que achei um charme. Você fala em um canto da parede e o som se propaga até o outro lado. Fica um em cada ponta da igreja e a gente conversa à distância pela parede”, conta. Também posou na Pira da Pátria, permanentemente acesa.


Para a atriz, a cidade tem outra referência importante: Renato Russo (1960–1996), que nasceu ali. Ela visitou o Espaço Cultural que leva o nome do cantor e compositor, líder da banda Legião Urbana. “É um lugar que mexeu comigo. Uma das peças que amei fazer, Onde Está Você Agora?, foi baseada em uma música dele. Planejo atuar na continuação baseada na canção Vento no Litoral. É linda! Esse cara marcou a minha juventude e está na minha playlist até hoje”, ressalta. Brasília e seus monumentos estão em sintonia com o conceito de sustentabilidade. As principais atrações turísticas e cívicas da cidade integram ecorroteiros promovidos pelo Ministério do Turismo, em parceria com a Secretaria do Distrito Federal, por meio da campanha Passaporte Verde. Trata-se de uma tendência mundial que propõe nova visão e comportamento do visitante ao desbravar o seu destino. Josie, por exemplo, esteve no Jardim Botânico, onde curtiu um piquenique e plantou uma árvore, uma Aroeira Brava. “Quero voltar outras vezes e acompanhar o crescimento dela. Além do simbolismo ecológico, é como se tivesse deixado um pedacinho meu aqui. Essa árvore agora é minha”, garante. Viajar é para Josie uma paixão tão grande quanto atuar. “Amo ser atriz e amo viajar. Estou sempre pensando no próximo trabalho e planejando a próxima viagem”, afirma. Por isso, aceitou de pronto o convite da Mostra Viajar para conhecer a capital federal. A Mostra ocorre em São Paulo, nos dias 29 e 31 de maio, das 11h às 19h, no Pavilhão das Culturas Brasileiras, no Parque no Ibirapuera, com a proposta de despertar o desejo de viajar nos consumidores por meio de diferentes sensações. Uma inovação que a atriz já experimentou em Brasília. Ela não esquece da visão da cidade que guardou quando navegava no Lago Paranoá. Essa combinação de água e concreto é a primeira imagem que lhe vem à mente quando pensa na cidade. Quanto ao trabalho, logo será vista na telona no filme Entre Amores, de Bruno Saglia. Também viaja pelo País com a peça Inimigas de Infância, na qual contracena com seu par em Império, Daniel Rocha (24). A turnê inclui Brasília e Josie poderá rever a sua árvore antes do esperado. Como no Planalto Central não tem mar, a atriz poderá trocar a areia da praia pelas trilhas do Parque da Cidade — maior parque urbano do mundo — para praticar sua ginástica funcional. Ela gostou do lugar e, como confessou ser viciada em doces, não descuida dos exercícios. Fora isso, para manter a beleza, toma muita água e abusa do protetor solar. Namorando há mais de quatro anos o empresário Alexandre Gantois (35), Josie pensa em casamento, mas não para já. “Eu ainda sou muito nova...”, avalia a viajante, que, animada, lembra que ainda tem muito chão pela frente.