Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

COPA: Vips contestam expulsão de Kaká

Os artistas Luciano Szafir, Betty lago, Fernanda Machado, entre outros famosos que estavam no Soccer City, contestam expulsão de Kaká

Redação Publicado em 21/06/2010, às 17h41 - Atualizado em 09/08/2012, às 15h23

Kaká é expulso do jogo contra Costa do Marfim e fica fora do próximo jogo da seleção - AMR ABDALLAH DALSH/Reuters
Kaká é expulso do jogo contra Costa do Marfim e fica fora do próximo jogo da seleção - AMR ABDALLAH DALSH/Reuters
Tudo bem que o jogo contra Costa do Marfim já estava ganho e o Brasil estava praticamente com o passaporte carimbado para a próxima fase da Copa do Mundo da África. Porém, a injusta expulsão do craque do time, Kaká, pode vir a prejudicar a Seleção Brasileira diante do confronto com Portugal na próxima sexta-feira, 25. Caso o Brasil perca dos lusitanos, que venceram a Coreia do Norte por 7 a 0, nesta segunda, 21, os comandados de Dunga se classificariam em segundo do grupo, tendo obrigação de encarar o primeiro colocado do Grupo H, nas oitavas de final. E por este motivo, torcedores vips que estavam presentes no Soccer City, local da partida contra os marfinenses, demonstraram insatisfação com o ocorrido ao falarem com ao Portal CARAS. Na opinião de Fernanda Machado, o técnico Dunga poderia ter evitado essa expulsão já que o meia já havia recebido cartão amarelo durante a partida. "Por que o Dunga não o tirou de campo antes se ele já estava com um cartão amarelo?", perguntou. Mas foi a única a contestar o treinador, pois os outros famosos que também estavam por ali concluíram que a culpa foi mesmo do juiz, que não observou atentamente o lance. "Foi uma expulsão ridícula. Não aconteceu nada ali naquele lance. Mas futebol é isso", lamentou Luciano Szafir. "Ele não fez nada", afirmou Betty Lago defendendo o camisa 10 da Seleção, que parece ser o queridinho entre as mulheres. "A expulsão de Kaká foi realmente muito absurda", disse Camila Rodrigues. "Ele não merecia e foi muito injusto", declarou Débora Lyra. Emanuelle Araújo foi mais uma a absorver o cartão vermelho. "Achei a expulsão do Kaká triste e injusta". Os artistas estão na Embaixada de CARAS na África do Sul e assistiram ao jogo entre Brasil e Costa do Marfim no camarote exclusivo da revista.