Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Andorra sela união de Henrique e Juliana Schalch

Casal elege o pequeno país europeu por exalar romantismo e para esquiar na lua de mel

CARAS Publicado em 12/03/2015, às 14h53 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Recém-casados, Henrique Guimarães e Juliana usam a neve dos Pirineus como paisagem e aproveitam para esquiar, nova paixão do par. - JAIME BÓRQUEZ
Recém-casados, Henrique Guimarães e Juliana usam a neve dos Pirineus como paisagem e aproveitam para esquiar, nova paixão do par. - JAIME BÓRQUEZ

Depois de reunir familiares e amigos em bucólica e alegre cerimônia pelas históricas vielas e construções de Paraty, RJ, o casal de atores Juliana Schalch (29) e Henrique Guimarães (31) partiram em busca de uma paisagem romântica coberta pela neve, em Andorra, principado europeu entre Espanha e França — a 200 km de Barcelona e a 180 de Toulouse —, para a aguardada lua de mel.

Conhecido pela excelente gastronomia e pela longevidade dos andorranos, com expectativa de vida média de 83 anos, o pequeno país, que tem os Pirineus como principal cenário, encantou o par. “É um principado tal como imaginamos nos contos de fadas: tem neve, construções medievais e igrejas da época da colonização romana. Um charme que nos conquistou a cada esquina”, destacou Henrique. “Comemos com muito requinte e bebemos os melhores vinhos”, complementou Ju, estrela da série O Negócio, da HBO, que finalizou segunda temporada com êxito e, globalmente, é a terceira atração mais vista do canal pago que a produziu.

Assim como desde o primeiro dia em que se conheceram, o amor ficou evidente em toda a viagem do casal, cúmplice em todos os momentos, dos mais poéticos, como os jantares a dois, às aventuras de esqui nas montanhas de Grandvalira, um verdadeiro paraíso para quem é apaixonado pelo esporte, com 210km de pistas. “É um dos mais bonitos vales de neve que conhecemos. Esquiamos em pistas de visual maravilhoso”, disse a atriz, que estreia no segundo semestre de 2015 o longa-metragem Louco Amor, uma história sobre violência doméstica, dirigido por Marcos Schechtman (52).

Andorra foi o destino ideal para a lua de mel do casal?
Juliana – Foi maravilhoso! Esquiamos em pistas lindas, experimentamos deliciosos vinhos, comemos muito bem e curtimos ótimos momentos juntos, como um passeio de roda-gigante e caminhadas pelas ruas medievais.

O que encanta em cada um?
Henrique – A Ju me encanta todas as vezes que começa a cantar. Muitas vezes, ela me surpreende com seus riso e cantorias alegres, o que me faz me apaixonar ainda mais por essa mulher única.

Juliana – Ele se entusiasma com a história, adoro vê-lo descobrindo as coisas. Além disso, é muito comunicativo, e isso encanta a todos. E eu me encanto ainda mais!

Mudou algo após casados?
Juliana – Como já morávamos juntos, de alguma maneira a vida não muda muito, porque a presença constante do outro se mantém, mas há um status que se modifica, que vem na apresentação. Agora, apresento o Henrique como o meu marido! E ele a mim como a sua esposa! Isso modifica tudo, muito mais do que podemos imaginar! A responsabilidade de um sobre o outro também aumenta, escolhemos viver uma vida juntos, como parceiros de amor nessa história de nossas vidas.

Qual o segredo da paixão?
Henrique – A gente se diverte bastante! (risos)

Juliana – Achamos que a fórmula do amor combina vários elementos, como uma boa relação na cama, o diálogo, a amizade, a diversão e o trabalho. Ser verdadeiro é fundamental também, assim como a cumplicidade e o desejo de ter uma vida feliz junto de quem você ama.

Planejam filhos?
Juliana – Desejamos dois, o Theo e a Catarina ou a Sofia.

Se descobriram como um casal esquiador. Gostaram da experiência e pretendem prosseguir?
Henrique – Decidimos aprofundar o esqui depois de voltarmos à neve, em Andorra. Começamos no Chile, durante a temporada CARAS/Neve, e nos apaixonamos. Agora, queremos esquiar de verdade, virou um vício saudável! É delicioso! As pistas de Andorra são mais integradas com os centros urbanos, onde pudemos esquiar de dia e jantar em ótimos restaurantes à noite, no meio de uma vila medieval. Achamos as pistas de Andorra um pouco mais desafiadoras, as montanhas parecem ser mais altas. Mas a qualidade de ambas é ótima! Tivemos também ótimos instrutores para nos auxiliar, já que estamos começando… Temos certa facilidade e isso nos dá mais vontade de seguir praticando.

O que destacam na viagem?
Juliana – Fomos esquiar e, no almoço, comemos em uma cabana no meio da neve, um restaurante pequeno e incrível, com um chef que é maravilhoso, onde pudemos curtir um momento delicioso na lareira, descansar um pouco. Fizemos massagens incríveis no hotel e no centro de águas termais, que foram muito relaxantes.

Henrique – As construções modernas se integram às antigas, em sua maioria feitas de pedras. É um lugar onde o tempo passa de forma muito diferente, onde passado, presente e futuro se misturam. Para quem gosta de história, como eu, Andorra é um livro a céu aberto.

Juliana – Foi inesquecível. É um país romântico e bastante charmoso. Todas as pessoas que conhecemos são muito educadas e simpáticas e nos receberam muito bem.

Henrique – Conhecemos a culinária catalã e saboreamos deliciosos vinhos, caminhamos pelas ruas antigas e, especialmente, dançamos ao som do pianista cubano Oscar Leon, que já tocou com Caetano Veloso, Elis Regina e tantos outros brasileiros, em um delicioso momento romântico que tivemos no Plaza Hotel, onde nos hospedamos. É muito bom também conhecer pessoas incríveis!

Quando voltarem da lua de mel já engatam trabalhos ou ainda descansam mais um pouco?
Juliana – Viajar é sempre muito bom, mas também somos loucos por trabalho. Então, assim que voltarmos ao Brasil, retomamos com tudo os ensaios de nosso espetáculo musical infanto-juvenil Encantados, que estreia dia 17 de janeiro no teatro do Jóquei, no Rio, um centro de referência nacional de teatro para a juventude. Estamos muito animados. Eu ainda tenho a estreia do filme Louco Amor, com grande elenco, e o Henrique retornará com o monólogo O Príncipe, adaptação de Maquiavel e direção da Leona Cavalli, que irá circular por cidades do Rio e São Paulo.