Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Zilu aproveita dia de folga com os netos: "Sangue do meu sangue"

A ex-mulher de Zezé Di Camargo usou as redes sociais para mostrar dia de folga com os filhos de Wanessa

CARAS Digital Publicado em 31/07/2016, às 10h53

Zilu aproveita o dia de folga com os netos - Reprodução/ Instagram
Zilu aproveita o dia de folga com os netos - Reprodução/ Instagram

Zilu Godoi usou as redes sociais neste domingo (31) para compartilhar um vídeo em que aparece se divertindo com os netos José Marcus e João Francisco, filhos da cantora Wanessa Camargo com o empresário Marcus Buaiz.

Na legenda da imagem, ela compartilhou um texto de Rachel de Queiroz para definir como é ser avó.

"Netos são como heranças: você os ganha sem merecer. Sem ter feito nada para isso, de repente lhe caem do céu. É, como dizem os ingleses, um ato de Deus. Sem se passarem as penas do amor, sem os compromissos do matrimônio, sem as dores da maternidade. E não se trata de um filho apenas suposto, como o filho adotado: o neto é realmente o sangue do seu sangue, filho de filho, mais filho que o filho mesmo! (...)", escreveu.

"Netos são como heranças: você os ganha sem merecer. Sem ter feito nada para isso, de repente lhe caem do céu. É, como dizem os ingleses, um ato de Deus. Sem se passarem as penas do amor, sem os compromissos do matrimônio, sem as dores da maternidade. E não se trata de um filho apenas suposto, como o filho adotado: o neto é realmente o sangue do seu sangue, filho de filho, mais filho que o filho mesmo! (...) Até as coisas negativas se viram em alegrias quando se intrometem entre avó e neto: o bibelô de estimação que se quebrou porque o menininho - involuntariamente! - bateu com a bola nele. Está quebrado e remendado, mas enriquecido com preciosas recordações: os cacos na mãozinha, os olhos arregalados, o beiço pronto para o choro; e depois o sorriso malandro e aliviado porque "ninguém" se zangou, o culpado foi a bola mesma, não foi, Vó? Era um simples boneco que custou caro. Hoje é relíquia: não tem dinheiro que pague..." (O brasileiro perplexo, 1964.) Rachel de Queiroz

Um vídeo publicado por Zilu Godoi Camargo® (@zilucamargooficial) em