Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Xuxa brinca sobre rumores de gravidez: Tô namorando, tô gordinha!

Xuxa fala sobre o começo da carreira na TV Manchete e diz que recebia muitas críticas pela forma que tratava as crianças. Apresentadora também defendeu a Lei da Palmada

CARAS Online Publicado em 04/10/2013, às 10h59 - Atualizado em 22/06/2020, às 15h11

Xuxa e Junno - Cláudio Andrade / Foto Rio News
Xuxa e Junno - Cláudio Andrade / Foto Rio News

Atualizada às 11h54

Xuxa Meneghel participou do Encontro com Fátima, na Rede Globo nesta sexta-feira, 4. Durante o programa, a apresentadora reencontrou a atriz Bianca Rinaldi, que foi paquita há 23 anos. As duas até brincaram juntas quando a rainha dos baixinhos cantou a música Paratiparara. E claro que o namoro com Junno Andrade não ficou fora da pauta. 

"Eu com 50 anos desencalhar é muito bom", brincou Xuxa, que desmentiu os rumores de que estaria grávida. "Eu tô namorando e tô gordinha, daí falam 'então ela está grávida'. Não é isso, eu estou ansiosa e estou comendo mais", comentou.

Sobre as fotos que mostraram Xuxa em uma loja de bebê, a apresentadora explicou que estava comprando presentes para Eva, a caçula de Angélica e Luciano Huck. "Mas eu só estava comprando coisas para a fundação (Xuxa Meneghel), que estamos fazendo uma casinha de boneca, e para Eva (filha de Luciano Huck e Angélica), que eu ainda não conheço. As coisas ainda estão no meu carro. Não conheço a Eva, queria comprar algumas coisas pra ela", afirmou a loira, que revelou contar todos os segredos para a filha, Sasha Meneghel.“Conto tudo para ela. Sasha sabe de tudo que acontece na minha vida”, disse.


'Fui muito criticada'

A loira lembrou o começo da sua carreira na extinta TV Manchete, onde comandou o Clube da Criança, nos anos 80. "Eu imaginava ser veterinária, no máximo ganhar bem para poder comprar um presente para a minha mãe. Se bem que eu gostava de aparecer, qualquer coisa eu queria subir na cadeira e dançar na frente de todo mundo. Em casamento, eu entrava na frente da noiva para tirar foto. Aí o vestido virava fundo branco.  Eu sempre queria aparecer, mas não sabia que ia conseguir conquistar o carinho de tanta gente", contou. 

"Tinha amigas mais novas do que eu. Quando eu tinha 11 anos, as minhas amigas tinham seis. As meninas da minha idade queriam falar sobre namorados, não queriam suar, queriam arrumar o cabelo e eu queria brincar. Aí eu queria crianças mais novas para poder brincar. Até mesmo quando eu comecei a fazer fotos, aquilo para mim era uma brincadeira”, disse Xuxa. “Depois que eu comecei a fazer fotos mais picantes, que eu recebi um convite do Maurício Sherman (Para apresentar um programa infantil). Ele falou que eu tinha uma coisa Marilyn Monroe, meio Doris Day... Fiz contrato de um mês na TV Manchete porque achei que não ia dar certo. Depois eu me apaixonei mais por eles do que eles por mim”.

+ Xuxa ganha disco de platina por DVD 'Xuxa Só Para Baixinhos 12'

Xuxa também falou sobre as críticas que recebeu pelo jeito que tratava as crianças. “Eu sempre fui muito criticada pela forma como falava com as crianças. Eu não dizia: 'Ah, senta aqui com a tia Xuxa’. Eu dizia: ‘Senta. Se não quer sentar, deixa o outro’. Tem até hoje o senta lá, Cláudia. Hoje, as pessoas que estudam, os pedagogos, eles falam que você não tem que falar diferente com as crianças, que você tem que tratar igual, mas há 30 anos, falar ‘senta aí’ era ‘nossa...’. E as crianças começaram a gostar do jeito que eu tratava elas”, declarou. 

Ainda em clima nostálgico, Bianca contou como virou paquita.  "Eu quando entrei levei um susto muito grande. Participei de um concurso para paquita paulista e não passei, quem entrou foi a Juliana Baroni. Depois teve um outro concurso que a Xuxa disse que queria que eu participasse, eram sete mil candidatas. Quando eu fui fazer o concurso eu vi as meninas que já eram a Xuxas, loiríssimas e de bota, eu tive a certeza de que não iria passar", disse. 

Lei da Palmada

A participação de Xuxa no programa serviu de gancho para o debate sobre a Lei da Palmada -apelido dado ao projeto de lei que visa proibir o uso de castigos físicos em crianças e adolescentes. A apresentadora, que luta é contra o uso de violência na educação, comparou o projeto com a Lei Maria da Penha. “Eu sei que isso é um costume. Os homens achavam que tinham o direito de bater nas mulheres, depois da Lei Maria da Penha hoje é um absurdo. É muito mais difícil mudar um pensamento que fazer uma lei”, disse ela, afirmando que entende que é costume do brasileiro educar com uma  ‘palmada'. “Eu só peço que as pessoas pensem antes de bater”, falou.

Xuxa contou que nunca apanhou quando era criança, diferente dos irmãos. “Eu fui a única que não levou. Não apanhei, mas vi meus irmãos apanhando muito. Antigamente era um costume, as pessoas achavam que faziam isso certo”, declarou.

Bianca Rinaldi também se posicionou contra o uso de castigos físicos e afirmou que nunca precisou levar palmada da mãe. 

+ Xuxa desabafa sobre violência contra criança: 'Tô p... da vida'