tv POLÊMICA

Susana Vieira fala sobre ideologia política em série que foi vilã: ''Acho um erro''

Atriz acredita que foi vilã por sua personagem ser de direita e a favor do golpe militar

CARAS Digital Publicado segunda 8 julho, 2019

Atriz acredita que foi vilã por sua personagem ser de direita e a favor do golpe militar
Susana Vieira na série 'As Vilãs Que Amamos' - Globoplay/Reprodução

Sem papas na língua, Susana Vieira participou da série documental 'As Vilãs Que Amamos', disponível no Canal Viva do Globoplay, e acabou falando sobre política.

Revivendo suas vilãs, a atriz criticou a sua personagem Cora na minissérie "Os Dias Eram Assim", de 2017. Para Susana, Cora por apoiar o golpe militar de 1964, momento histórico em que a série abordava, era vista como do mal e até mesmo cruel. "Foi um seriado de esquerda. Como eu era a favor do golpe militar, passei a ser vilã", contou.

Susana admitiu ser contra esse tipo de pensamento e explicou:  "Eu acho isso um erro. Ela não tinha a menor ideologia, ela não fazia nada por ideologia, não era de direita. Era uma mulher compulsiva na bebida, perdidona, com aquele filho muito amado. Por ela aquele filho não saía de casa nunca", disse a atriz.

A global também comentou sobre outras personagens icônicas de sua carreira, como a vilã Branca Letícia em "Por Amor". de 1997, e atualmente em reprise no Vale a Pena Ver de Novo.

Vale lembrar que no começo de 2018, a celebridade foi diagnosticada com leucemia. Aos 76 anos, Vieira chegou a realizar algumas sessões de quimioterapia para estabilizar a doença e não ter futuros problemas. Atualmente o quadro de saúde da atriz é estável!

Confira abaixo:

Globoplay/Reprodução

 

Último acesso: 03 Aug 2020 - 07:00:33 (323646).