Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
TV / BBB

Suposto caso de estupro no Big Brother Brasil repercute no exterior

Jornais e revista britânicos publicaram notas nesta terça-feira, 17, sobre o episódio ocorrido no 'Big Brother Brasil 12', da Globo. A polícia investiga se o modelo Daniel Echaniz abusou sexualmente da estudante Monique Amin

Redação Publicado em 17/01/2012, às 20h21 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

Daniel é acusado de ter estuprado Monique depois da festa de sábado - TV Globo
Daniel é acusado de ter estuprado Monique depois da festa de sábado - TV Globo

O suposto caso de estupro no Big Brother Brasil 12, da Globo, repercutiu na imprensa internacional nesta terça-feira, 17.

"Os telespectadores ficaram chocados na madrugada de domingo ao assistirem ao concorrente Daniel Echaniz (31) aparentemente forçar uma relação com a estudante Monique Amin (23), que havia desmaiado após uma festa regada a muito álcool", escreveu o jornal britânico Daily Mail. "Acredita-se que a polícia disse para a TV Globo parar a transmissão do programa ou eliminar Echaniz", continuou.

Já o The Guardian destacou que sete minutos do vídeo do suposto crime foi publicado no YouTube e retirado do ar a pedido da emissora, que alega infração de direitos autorais. "No site oficial do programa, o assunto foi reduzido a uma nota de pé de página, sobre a expulsão prematura de Echaniz", escreveu o jornal.

A edição inglesa da revista The Week diz que "enquanto a polícia tenta ponderar a situação, uma petição on-line foi lançada para que a Globo assuma a responsabilidade pelo caso. Cerca de 700 pessoas já assinaram". E lembra que, em 2007, um episódio similar aconteceu na versão sul-africana do Big Brother.

No Brasil, o caso virou notícia inclusive nos telejornais da própria Globo. Tanto o Jornal Hoje quanto o Jornal Nacional desta terça destacaram o assunto.

Na segunda-feira, 16, Daniel foi excluído da atração pela direção do programa. Nesta terça, tanto ele quanto Monique foram ouvidos pela polícia, na condição de testemunhas, sobre o episódio. Eles confirmaram que trocaram carícias, mas nenhum dos dois disse que houve relação sexual.