Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
TV / BBB

Só milagre salva Yuri e Monique

Para a ex-BBB Talula Pascoli, o jogo já está definido e a final será entre Fael e Jonas

Redação Publicado em 12/03/2012, às 09h48 - Atualizado às 10h16

Monique e Yuri - TV Globo
Monique e Yuri - TV Globo

O cansaço, a saudade e os poucos habitantes têm feito com que a casa mais vigiada do Brasil a cada dia se torne um marasmo. Essa semana foi assim, e a tendência, pelo visto, é piorar. Quem sabe com a chegada do novo participante do programa Gran Hermano algo de interessante possa acontecer e assim retomar alguma movimentação ao programa - porque ao jogo, este já está praticamente definido. Tudo se tornou tão óbvio para o público que não existe mais emoção no paredão, no voto, na eliminação e nem na indicação do líder.

O fato é que indo Monique (23) ou Yuri (26) ao paredão, dificilmente irão voltar. Só um milagre ou a força de muitas torcidas para salvá-los - o que eu acho difícil, mas não impossível. Porém se o milagre não acontecer, é ficar esperando o público eliminar um a um os menos carismáticos da Praia até a grande final, que acredito que seja entre Fael (25) e Jonas (26). Vale lembrar que não tenho torcida ou preferência, só analiso e prefiro deixar para vocês leitores decidirem o destino de cada um deles.

A movimentação do programa dessa semana ficou por conta da ida de Laisa (23) para o Gran Hermano na Espanha, foram tantos os comentários que, de presente para os jogadores, o BBB mostrou as imagens da gaúcha chegando ao reality e é claro que Yuri ficou sem entender nada. Normal nesse momento do jogo onde os participantes estão com todos os sentimentos à flor da pele. Se o lutador ficou transtornado num simples passeio, imagina vendo sua namorada em outro país com outras pessoas. O BBB é um jogo psicológico e físico, já disse isso nos meus primeiros textos. As emoções são extremamente intensas, tudo é muito ou menos numa proporção elevada e todos os sentimentos mudam muito rápido: um dia você chora a perda, no outro você já está rindo por ganhar algo. Tem que ter muito equilíbrio para não se prejudicar e continuar focado no jogo e somente na casa.

A saída de Renata (22) não alterou em nada a rotina do jogo, somente os focos de votação de cada um. Kelly (28) foi a líder da semana depois de ficar até o final com sua amiga Fabiana (35) - lembrei da minha prova do frango onde fiquei até o final com Jaque - o anjo foi Monique que, para sua sorte, pôde se autoimunizar. Afinal, num jogo como o BBB, além de carisma, há de ser ter no mínimo um pouco de sorte.

Com isso, João Carvalho (46) (terceiro paredão) e Yuri (segundo paredão), foram os escolhidos para se enfrentarem essa semana. Grupos diferentes, estilo de jogo e personalidades totalmente opostas. Agora o público decide se deixa de novo João Carvalho ou coroa o “Super” Yuri.