Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

‘Sai de Baixo’ na Globo? Veja em 10 motivos por que o programa pode voltar ao canal!

O ‘Sai de Baixo’ se despede do público com gostinho de "quero mais" após os episódios inéditos exibidos pelo Viva. Confira em fotos clássicas por que o humorístico pode voltar a ser uma aposta certeira na programação da Globo

Felipe Pinheiro Publicado em 06/07/2013, às 12h17 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Marisa Orth e Miguel Falabella como Magda e Caco Antibes no 'Sai de Baixo' - Divulgação
Marisa Orth e Miguel Falabella como Magda e Caco Antibes no 'Sai de Baixo' - Divulgação

A volta do Sai de Baixo durou pouco tempo, mas foi o suficiente para despertar nos fãs do programa o desejo de que ele se torne fixo na grade de programação da Globo. O humorístico se despede no domingo, 7, com a exibição da última reprise do 4° episódio pelo canal Viva.

'Sai de Baixo' está de volta: Mate a saudade de seu elenco!

A exibição relâmpago que marcou as comemorações dos três anos de existência do canal por assinatura provou que o programa continua atual, irreverente e com fôlego para atrair um público ainda maior na TV aberta.

No Viva, veterano 'Sai De Baixo' mostra que tem fôlego juvenil em novo episódio

Veja em fotos clássicas por que o Sai de Baixo tem tudo para voltar à tela da Globo!

1. O programa era uma ótima alternativa nas noites de domingo.

2. Era uma atração inovadora em relação a outros programas do gênero, gravada no palco do teatro Procópio Ferreira, em São Paulo. A interação com o público era um dos diferenciais.

3. No período de auge, o Sai de Baixo fez com que a Globo retomasse a liderança ocupada por Silvio Santos com o Topa Tudo por Dinheiro.

4. Eternizou personagens e chavões com Magda (Marisa Orth), Caco Antibes (Miguel Falabella) e Ribamar (Tom Cavalcante).

5. Foi um dos humorísticos que mais tempo permaneceu no ar, perdendo apenas para alguns clássicos como A Grande Família, Os Trapalhões e a Praça é Nossa. Estreou em 1996 e foi exibido até 2002, totalizando 7 anos de exibição.

6. Contou com participações especiais de personalidades como Dercy Gonçalves, José Wilker, Rita Lee e Milton Nascimento.

7. Com situações do cotidiano, o programa cria empatia com os telespectadores.

8. A atração lançou talentos. Marisa Orth conseguiu o seu primeiro papel com grande sucesso nacional na pela da atrapalhada Magda.

9. Os episódios inéditos exibidos neste ano fizeram com que o canal Viva atingisse a liderança de audiência da TV por assinatura.

10. Com novas histórias, o humorístico provou nos últimos quatro episódios inéditos exibidos no canal Viva que tem tudo para fazer sucesso novamente na tela da Globo.