Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS

Renata Capucci relata drama após morte de bebê no oitavo mês de gestação: "Nada explica"

Depoimento da jornalista emocionou os telespectadores do 'Encontro' desta segunda, 30

CARAS Digital Publicado em 30/10/2017, às 12h15 - Atualizado às 12h33

Renata Capucci relata drama após morte de bebê - Reprodução
Renata Capucci relata drama após morte de bebê - Reprodução

A jornalista Renata Capucci revelou no Encontro com Fátima Bernardes que perdeu um filho no oitavo mês de gestação há 14 anos, drama que influenciou toda a sua trajetória.

Hoje mãe de duas meninas, Lili, 12 anos, e Diana, de 4, ela relembrou o momento difícil pelo qual passou.

"A minha gravidez foi normalíssima. Eu tinha trinta anos, fazia pré-natal, acompanhamento médico. Era um menino, Bernardo, eu era recém-casada, isso foi há 14 anos Quando eu tinha 33 semanas de gravidez eu achei estranho. Acordei, ele não estava se mexendo, meu marido é médico e eu falei para ele: "o Bibi não tá mexendo". Ele não mexeu mais", disse ela.

Emocionada, a jornalista relatou os momentos de tristeza que viveu na época.

"Eu fui na minha médica, ela não conseguiu escutar o coração do bebê, eu fui no ultrassonografista e quando ele botou o aparelho eu vi o coração dele e eu falei: o meu filho morreu. Nesse momento meu mundo desabou: era meu primeiro filho, esperado, um menino e a gente queria um menino. E o quartinho dele estava pronto, era de Arca de Noé, cheio de bichinhos e a morte dele foi uma tempestade, um dilúvio", afirmou ela. "Fizemos todos os exames e nada explicava a morte", lamentou.

Renata contou que o sofrimento durou pouco. "Quatro meses depois eu voltei a engravidar e um ano depois desta perda ela [Lili, filha mais velha] nasceu. Ela foi o arco-íris, o fim da tempestade", disse. Durante a gestação, a jornalista acompanhou de perto cada detalhe. "Eu fiz 19 ultrassons, eu ia na clínica só para ouvir o coração dela bater", disse.

Capucci ainda perdeu outros dois bebês: um na oitava semana de gestação e outro na vigésima -segunda - até que veio Diana, a caçulinha da família. "Quando a Diana nasceu a gente fechou esse livro de tristezas", afirmou ela.

Renata Capucci é casada com o médico Ivo Sternick.