Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Você se lembra? Veja 14 programas que marcaram a história do SBT

Será que sua memória ainda guarda estes programas exibidos pelo SBT?

CARAS Digital Publicado em 02/12/2015, às 11h18 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Programas de variedades do SBT - Reprodução
Programas de variedades do SBT - Reprodução

Ao longo dos seus 34 anos de história, o SBT sempre foi conhecido pelos programas de formato ousado, marca da história construída por Silvio Santos. Alguns permanecem na lembrança dos telespectadores até hoje, mesmo ficando no ar por um curto período de tempo. Será que você se lembra deles? Vem conferir!

Alô Cristina (1997-1998) - Exibido em curto período de tempo, a atração marcou a estreia de Cristina Rocha no SBT e ficou marcado pelo bordão que dá nome ao programa. Quem nunca teve vontade de atender telefonema dizendo 'alô Cristina' não viveu verdadeiramente a década de 90.

Canta & Dança Minha Gente (1999-2002) - Ainda no rastro do sucesso do É o Tchan, Carla Perez apresentou o que nas palavras do SBT era 'o maior concurso de dança do Brasil'. De barriguinha de fora, a primeira loira do Tchan fazia dos domingos uma verdadeira ode ao requebrado de cintura baixa nos anos 90. 

Charme (2004 - 2008) - Adriane Galisteu comandou boa parte do programa que mudou de formato 13 (isso mesmo, tre-ze vezes). Adivinhar quantos feijões havia dentro de potes era a grande missão dos telespectadores - isso depois de ganhar R$ 50 ao atender o telefone perguntando se estava tudo bem com a apresentadora. 

Cidade X Cidade (1974 - 1994) - Exibido algumas vezes entre duas décadas, o programa foi apresentado por Silvio Santos (como um quadro) e por Gugu Liberato. Era uma oportunidade única para o público conferir um game show que colocava frente a frente Uberaba e Pindamonhangaba em uma emocionante disputa - ou quase isso.

Porta da Esperança (1984 - 1996) - Ao som do Earth, Wind & Fire, o Brasil parava para ver o Homem do Baú realizar sonhos de nobres desconhecidos. Foi o pioneiro dos programas assistencialistas que hoje povoam a TV.

Cocktail (1991-1992) - Exibido por pouco mais de um ano, o show comandado por Miele durou pouco, mas o suficiente para marcar a adolescência de muita gente. As provas ousadas, a nudez insinuada e todo o carisma do apresentador fixaram o programa nos corações e mentes de muitos.

Curtindo uma Viagem  (2001-2002) - Apresentado por Celso Portiolli, o programa colocava um grupo de universitários disputando entre si a chance de fazer uma viagem inesquecivel. Isso só era possível se os participantes conseguissem provar habilidades realmente importantes, como atravessar agulhas gigantes com linha ou pular corda e não se estatelar no chão.

Márcia (1997-1998) - As tardes ficaram muito mais animadas quando Márcia Goldschmidt estreou no SBT. Pioneira, a atração trazia convidados com problemas pessoais aparentemente insolúveis para lavar roupa suja na frente de todo mundo. Vizinhos, pais, amigos, namorados, todos discutiam calorosamente os temas apresentados pela comandante do programa - isso até serem separados pelos seguranças.

Em Nome do Amor (1994 - 2000) - Sucesso absoluto de Silvio Santos, o programa dava um empurrãozinho naqueles que estavam interessados em encontrar suas almas-gêmeas. Entrevistas e números musicais culminavam no clímax: o tradicional baile ao som de Julio Iglesias e a pergunta saia-justa: 'É namoro ou amizade?'

Fantasia (1997-2000) - Exibido por três anos, o programa que trazia praia e mar, céu azul e muitas mulheres bonitas marcou as tardes dos anos 90. Disfarçado de game show, a atração baseada em um formato italiano revelou muitas estrelas, como as atrizes Fernanda Vasconcellos e Ellen Rocche.

Programa Livre (1991- 2001) - Com linguagem ágil, convidados jovens e temas espinhosos, o programa que eu seu auge foi comandado por Serginho Groisman mostrava que os anos 90 eram mesmo de muitas mudanças. Serginho foi substituido por Babi Xavier em 2000, um ano antes da atração ser retirada do ar.

Tentação (1994 - 2009) - O game show para os clientes do Baú misturava curiosidades e entretenimento em uma disputa sempre acirrada. A trilha não sei se vou ou se fico, não sei se ficou ou se vou, a voz inesquecível de Lombardi e a indecisão dos participantes garantiam os momentos mais divertidos do programa.

Topa tudo por Dinheiro (1991 - 2001) - Um dos programas de auditório mais marcantes da TV brasileira, o Topa Tudo marcou o sucesso das câmeras escondidas, as famosas 'pegadinhas', e sua trupe (Ivo Holanda, Ruty Romcy, Gibe, Fernando Benigni). O sucesso foi tamanho que o dominical ameaçou por anos o reinado do Fantástico, da TV Globo.

Xaveco (1997-1998) - Ícone dos anos 90, o programa colocava homens e mulheres para responder perguntas - só um deles era considerado o par perfeito da pretendente. Ambientado em uma danceteria, o programa trazia uma legião de participantes e suas calças santropê, tops de crochê, saias tie-dye e expressões típicas da época. Ou você ainda diz que vai xavecar alguém?