Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
TV / BBB

BBB18: Primo de Kaysar abre o apartamento em que o sírio vive e revela plano de terroristas para assassiná-lo

Ele conta como vive, no que trabalha e os planos que levaram o refugiado a entrar no reality

CARAS Digital Publicado em 15/03/2018, às 08h01 - Atualizado às 14h32

Primo de Kaysar abre o apartamento em que o sírio mora - Reprodução/ Rede TV!
Primo de Kaysar abre o apartamento em que o sírio mora - Reprodução/ Rede TV!

O primo que acolheu Kaysar Dadour no Brasil foi entrevistado nesta quarta-feira, 14, pelo programa TV Fama, que vai ao ar na Rede TV!.

+ BBB18: Brincadeira perigosa faz Kaysar passar mal e rende bronca para brothers

Ele abriu o apartamento em que ele mora e contou detalhes sobre o passado do refugiado.

"Eu o acolhi. Há quatro anos. Ele saiu das guerras na Síria e foi para a Ucrânia. Quando ele chegou na Ucânia, ele teve um problema muito sério porque alguns terroristas islâmicos descobriram que ele era cristão e tentaram matá-lo na rua", contou.

Aos 73 anos, ele acolheu o primo e montou um apartamento para que ele pudesse ter mais tranquilidade. "Eu trato ele como se fosse um filho e não como um parente.  Quando ele chegou aqui no Brasil, a gente colocou ele num hotel até pra saber o que ia acontecer com a vida dele. Ele ficou três meses e a gente tirou ele de lá e refez um apartamento pra ele. E aqui ele vive hoje", disse.

O apartamento confortável conta com dois quartos, é decorado. Para manter suas despesas pessoais, Kaysar trabalha na noite. "Ele trabalha como garçom e barman", contou o primo.

Ele também revelou quais as intenções do brother ao entrar na casa. "Ele não vê há oito anos [os pais]. A primeira intenção dele é trazer os pais e a família [para o Brasil]. Foi essa a motivação que eu tive para montar esse quarto aqui. Se seus pais vierem pra cá, eles já tem um quartinho montado para eles aqui na casa", disse.

Ao fim, o primo se emocionou ao falar do sírio. "O que me impressiona é a força de pensamento unida à força de espírito dele. César, o Kaysar, não serve para ser uma pessoa amargurada. Ele diz: eu já vivi na imagem do Diabo, agora só sigo para viver à imagem de Deus", afirmou.