tv Triste!

Perfil oficial do ex-Presidente Lula divulga carta citando Paulo Henrique Amorim

Por meio de uma carta, Lula resolveu dar um parecer sobre a morte do jornalista

CARAS Digital Publicado quarta 10 julho, 2019

Por meio de uma carta, Lula resolveu dar um parecer sobre a morte do jornalista
Jornalista faleceu aos 76 anos após uma parada cardíaca - Divulgação

Na manhã desta quarta-feira, 10, o mundo recebeu uma notícia um tanto quanto triste, o jornalista Paulo Henrique Amorim morreu aos 76 anos de idade. Vítima de um infarto, o astro do universo jornalístico deixou sua esposa e uma filha. Diversas celebridades usaram das redes sociais para lamentar a partida do artista, inclusive o ex-Presidente do Brasil, Lula.

Mesmo privado da liberdade, Luiz Inácio resolveu se pronunciar sobre a perda inestimável que os comunicadores de todo o mundo tiveram que lidar. Usando das redes sociais de Lula, seus assessores publicaram uma carta feita pelo ex-Presidente, em Curitiba, onde segue detido.

O conteúdo da mesma faz questão de elogiar o posicionamento de Paulo Henrique perante à algumas situações políticas, principalmente a atuação de Sérgio Moro. "Querido Paulo Henrique Amorim, parabéns pela faca afiada sobre o projeto do Moro. Só ajuda promotores, ou seja, acusadores e os juízes. Pergunta: como fica a defesa?", diz a carta.

O teor descrito por Lula faz menção às diversas críticas que o jornalista fazia em seu blog contra o atual governo do País. O trecho principal é referência ao projeto de poder controlado pelo ministro, que pretendia alterar sugestões de poder sobre o Brasil.

Além dele, outros políticos também deixaram seus pesares aos familiares de Paulo Henrique. Dilma Rousseff, Ciro Gomes, Manuela D’Ávila e outros reforçaram o quanto o jornalismo brasileiro havia perdido com a morte dele.

“A morte de Paulo Henrique Amorim priva o jornalismo brasileiro de um dos seus nomes mais importantes. Ele deixa a marca de uma atuação digna na denúncia dos retrocessos que o país enfrenta e na defesa da democracia e do estado de direito. Meus sentimentos à família e aos amigos”, publicou Dilma.

“Muito triste com a perda desse amigo que a vida me deu, Paulo Henrique Amorim. Uma perda para o jornalismo e para o Brasil”, escreveu Ciro Gomes

“Meus sentimentos à família de Paulo Henrique Amorim, jornalista altamente comprometido com os interesses nacionais”, disse Manuela.

"A sua trajetória profissional o coloca como referência obrigatória no jornalismo democrático, crítico e ligado às causas nacionais e populares. Sua morte enfraquece o jornalismo brasileiro, sobretudo num momento em que a sociedade necessita de vozes combativas para defender a democracia e enfrentar os inúmeros retrocessos em curso no país", dizia o comunicado da bancada do PT.

 

LUTO: PAULO HENRIQUE AMORIM, JORNALISTA DA RECORDTV, SOFRE INFARTO AOS 77 ANOS (2019)

Último acesso: 28 Sep 2020 - 00:23:55 (323756).

TV CARAS