Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Pedro Roldan, neto de Mussum, vira cantor e desabafa: 'Nunca tive contato com a família'

Sem contato com a família paterna, Pedro Roldan conta com o apoio da mãe para investir na carreira artística. Aos 18 anos, ele assinou contrato com uma agência de modelo, vai lançar uma música de pagode e também quer atuar

CARAS Digital Publicado em 06/06/2014, às 11h15 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Pedro Roldan - Reprodução/ Instagram
Pedro Roldan - Reprodução/ Instagram

Pedro Roldan parece ter herdado o gosto pelo mundo artísitico de seu avô, o humorista Mussum, que fez sucesso nos Trapalhões. "Acho que está no sangue. Desde pequeno eu era muito agitado e minha mãe me colocou no teatro para gastar energia. Aí eu gostei. Fiz curso de dublagem, de teatro, aula de circo...", conta ele à CARAS Digital. Aos 18 anos, eles está pronto para começar a correr atrás dos seus sonhos. O rapaz assinou com a agência de modelos 40 graus e, em breve, irá se lançar como cantor. 

"Quero seguir carreira solo no samba mesmo. O Flavinho Silva, do Fundo de Quintal, está escrevendo uma música para mim. Quero lançar o mais rápido possível", diz. 

Apesar de ter um sobrenome famoso, Pedro não conta com a ajuda da família do seu pai, Augusto, filho de Mussum. "Nunca tive muito contato com essa parte da família. Nunca houve uma procura, uma aproximação, uma vontade de reunir.... Eu falo muito pouco com meu pai, pelo telefone e encontro raramente", fala. "Eu gostaria que fosse mais próximo. Acho que família tem que ser unida", desabafa. 

No Instagram, Pedro mostrou algumas fotos de seus primeiros passos como modelo, além de exibido a barriga de tanquinho. "Eu vou à academia todos os dias, faço natação, muay thai e não como açúcar", conta.