Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
TV / Homenagem

Patricia Poeta manda recado para Silvio Santos na Globo

Durante o programa Encontro, Patricia Poeta surpreende ao falar o nome de Silvio Santos durante conversa sobre a novela Pantanal

CARAS Digital Publicado em 02/08/2022, às 12h45

Patricia Poeta - Foto: Globo / João Miguel Junior
Patricia Poeta - Foto: Globo / João Miguel Junior

No programa Encontro desta terça-feira, 2, a apresentadora Patricia Poeta (45) mandou um recado carinhoso para o apresentador Silvio Santos (91), que é o dono do SBT. O momento aconteceu quando a atração falava sobre a reprise da primeira versão de Pantanal na emissora concorrente. Então, Poeta aproveitou para mandar um beijo para o veterano da TV.

A conversa do programa girava em torno da primeira versão da novela Pantanal, que foi exibida originalmente na Manchete e, depois, reprisada no SBT. Uma mulher da plateia disse: “Eu vi a primeira versão. A segunda está sendo totalmente diferente”. Então, Manoel Soares (43) perguntou se ela viu todos os capítulos da primeira versão e ela confirmou. “Sim, toda. Assisti duas vezes. Na Manchete e depois reprisou na outra emissora”, afirmou. Assim, o apresentador completou: “No SBT, está tudo certo”.

Ao ouvir o nome da emissora rival, Patricia Poeta falou o nome do dono do SBT. “Um beijo para o Silvio Santos”, afirmou.

Patricia Poeta relembra cirurgia de emergência

Há pouco tempo, Patricia Poeta participou do programa Conversa com Bial, da Globo, e relembrou quando passou por uma cirurgia de emergência nas amígdalas por causa de uma bactéria. “Cheguei a desmaiar nesse dia. Estava tão fraca e debilitada que fiquei tomando antibiótico e morfina para poder ir à operação. Foi a noite mais difícil da minha vida. Eu chorava, estava realmente muito assustada de saber que se não fosse por uma questão de horas não estaria aqui”, disse ela.

A jornalista ainda contou que precisou reaprender a comer, abrir a boca e falar durante o pós-operatório. “Foi uma espécie de renascimento. Quando cheguei em casa depois de muitos dias internada, me senti muito grata. Foi uma coisa que mexeu demais com o meu emocional”, declarou.