Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Paola Carosella faz discurso sobre machismo na final do MasterChef

Ana Paula Padrão também parabenizou candidata mulher a chegar na final do programa

CARAS Digital Publicado em 14/12/2016, às 09h03

Paola Carosella - Reprodução
Paola Carosella - Reprodução

A final do primeiro MasterChef Profissionais, da Band, aconteceu na noite desta terça-feira, 13, consagrando a chef Dayse Papiroto como vencedora. A candidata era a preferida das redes sociais e chegou a ficar com 90% da preferência do público em relação ao outro concorrente, Marcelo Verde

Durante o programa, Dayse ganhou a torcida do público por enfrentar atitudes machistas de competidores do programa - como não ser ouvida ao fazer parte de um grupo formado só por homens e até ser mandada a varrer o chão ao invés de ajudar na cozinha. Na final, a apresentadora Ana Paula Padrão a parabenizou por “ser mulher e se destacar, como eu, num ambiente muito machista”, disse. 

Mas foi a chef Paola Carosella que discursou sobre o assunto. “Você escolheu uma profissão dominada pelos homens, como eu e como a Ana Paula. Não é nada fácil. Às vezes, a gente tem que ouvir umas idiotices que eu vou te falar. Você não está aí por ser mulher, você está aí por ter um talento inacreditável”, disse Paola, que fez questão de deixar claro que os jurados não avaliam ninguém por 'gênero, cor ou cintura'. “Nós vemos pessoas e nosso trabalho é julgar pessoas. Pratos que têm autenticidade, sabor e alma. A sua comida tem tudo isso. Você pode ganhar essa competição, não importa. Mas você já ganhou uma coisa que talvez você não saiba. Você abriu os olhos das pessoas para que elas olhem sem gênero”, concluiu. 

No Twitter, um perfil chegou a alegar que o resultado teria sido 'roubado' só 'por causa da história do machismo'. Paola respondeu: "Né? Só que mano, o programa e o resultado foram bem antes do discurso machista, mano. Aí, o teu discurso não fecha, mano". 

Marcelo, que tinha cantado vitória contra Dayse por a considerar uma candidata 'mais fraca', também foi assunto no Twitter. Algumas pessoas o criticaram por não abraçar a concorrente após o anúncio da vitória. Em vídeo divulgado no Periscope, ele rebateu as críticas e disse que "estavam abusando do machismo" e que ele tem uma amizade "superbacana" com Dayse.