Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

O Rebu terá uma protagonista mulher, interpretada por Patrícia Pillar

Os colegas e agora namorados Daniel de Oliveira e Sophie Charlotte estavam juntos na apresentação do elenco da novela no Rio de Janeiro

CARAS Digital Publicado em 03/07/2014, às 10h48 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

O Rebu - Reginaldo Teixeira
O Rebu - Reginaldo Teixeira

Namorados desde o início das gravações de O Rebu, próxima novela das 11 da Globo, com estreia dia 14, Daniel de Oliveira(37) e Sophie Charlotte (25) protagonizaram cenas de romance fora dos sets durante a apresentação do elenco, no Rio. “O carinho que temos aqui dentro é refletido no trabalho que fazemos para fora”, comentou a atriz, trocando olhares com Daniel. Na trama, com direção geral de José Luiz Villamarim (52), o ator viverá Bruno, apaixonado por Duda, papel que fez Sophie radicalizar o visual, com cabelo bem curto. “Me permito viver personagens novos. A mudança ajuda a desconstruir a Sophie, pessoa, para o personagem”, analisou ela. Ao contrário da primeira versão da novela, a protagonista será uma mulher, a poderosa Angela Mahler, interpretada por Patricia Pillar (50). Na história de 1974, o papel era masculino, Conrad Mahler, e coube a Ziembinski (1908 – 1978). A estrela adorou a adaptação. “É muito rico o papel ter se transformado em feminino, já que nos dias de hoje nós é que estamos no poder”, festejou Patricia, enquanto confraternizava com Cassia Kis Magro(56). Tão encantada pelo trabalho quanto a colega de elenco, Cassia não escondeu a empolgação com a dinâmica das gravações. “A história vai para frente e para trás. É a primeira novela em que a gente pega capítulo e não joga fora. Eu carrego todos comigo. A gente está sempre mexendo neles para saber que roupa usou, como estava o cabelo. As sequências da festa são as mais difíceis. O Rebu é uma produção totalmente trabalhosa, temos que ficar focados. Estamos muito ligados. Nas gravações na Argentina, criamos essa união”, avaliou ela, que interpretará a advogada Gilda Rezende, braço direito de Angela.

Muito querido por todo o grupo,Tony Ramos (65) foi aclamado pelos colegas ao ter seu nome citado durante a apresentação dos personagens. “Já fui homenageado, e muito, por eles, companheiros e amigos, com seu carinho e amizade, nesta minha trajetória”, retribuiu Tony, que acaba de completar 50 anos de TV e garantiu que desafios continuam sendo bem-vindos na sua carreira. “Gosto de ser surpreendido com projetos. A ideia da novela me fascinou e aceitei o convite”, disse ele, que viverá o empreiteiro Carlos Braga. Quem também tem sido desafiada em O Rebu é Dira Paes (44). Ela será a policial Rosa Nolasco, responsável por investigar o crime na mansão. Por causa do trabalho da personagem, a atriz fez aula de tiro na Academia da Polícia Civil para entender melhor o universo. “Foi importante aprender como se pega em uma arma e o cotidiano desses profissionais”, explicou Dira. Ela fará par romântico com o delegado Nuno Pedroso, interpretado por Marcos Palmeira (50). O galã confessou que voltou a se sentir motivado pela atuação e descartou a ideia de mudar de profissão. “Já cogitei largar a carreira de ator por causa da dificuldade de ser artista aqui e ficar lá na fazenda com meus orgânicos. Mas o chamado é mais forte e não dá para abandonar”, afirmou Palmeira, assistindo ao clipe de apresentação da novela ao lado de Laura Neiva(20). Considerada um dos novos talentos do folhetim, a atriz, que dará vida a Betina, precisou cortar a franja curta para compor o visual da personagem, uma jovem que é apaixonada por redes sociais e não desgruda do celular. “Estou com aplique para dar volume. Ainda não me acostumei com a queda dos tufos (risos). No dia a dia, acabo prendendo meu cabelo, que é muito liso e acaba ficando feio. Mas está tudo bem”, confessou ela, desmentindo que sua personagem terá um envolvimento gay com a chefe, a promoter Roberta Camargo, papel de Mariana Lima(41). “Isso não vai acontecer. Mas, se estivesse na trama, não teria problema nenhum”, ressaltou Laura, que estreou na TV em 2013, na novela Saramandaia, também na faixa global das 11. Antes, só tinha feito cinema. “Queria ser arquiteta, nunca pensei em ser atriz. A TV veio em hora certa”, disse.