Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

No 'Estrelas', Cristiano Araújo revela preocupação com a família em Goiás

Antes de sua morte, o cantor gravou uma entrevista com Angélica no Pantanal

CARAS Digital Publicado em 18/07/2015, às 15h58 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Angélica e Cristiano Araújo - TV Globo/Divulgação
Angélica e Cristiano Araújo - TV Globo/Divulgação

O programa Estrelas exibiu na tarde deste sábado, 18, uma entrevista inédita com o cantor Cristiano Araújo.

Gravado no mês de maio no Pantanal, o bate papo com Angélica abordou diversos temas de sua carreira e a saudade que ele tinha da família quando estava fora da cidade cumprindo a agenda de shows.

"Sempre que dá uma segunda-feira que dá um descanso dos shows, eu pego o avião e vou correndo para Goiânia para curtir a minha família. Eu gosto muito de estar lá principalmente pelos meus filhos, minha mãe e pelo meu pai. E aí, eu procuro fazer programas com eles", contou.

O sertanejo também relembrou o início de sua carreira, sempre incentivado pelo pai. "Comecei a cantar com nove anos. Meu pai tinha um barzinho em Goiânia, no qual cantavam Leandro e Leonardo e Bruno e Marrone. Ele me levava para o barzinho para assistir aos shows deles. Ficava lá ouvindo e comecei a almejar essa história de cantar. Isso se tornou minha inspiração. Aos dez anos, meu pai me emancipou para eu poder cantar na noite e não parei mais", explicou.

Durante a atração, Cristiano ainda aprendeu a preparar sopas típicas da região do Pantanal e falou sobre seu gosto pelo arroz com pequi. "Eu adoro e é bem tradicional, o arroz com pequi. Eu gosto muito desse clima mais rural. Todos os meus avós vieram da roça. Todos têm muitas histórias, principalmente sobre as onças. Sempre têm histórias pra contar", afirmou o sertanejo.

O cantor faleceu no dia 24 de junho após sofrer um grave acidente de carro entre os municípios de Goiatuba e Morrinhos. Allana, namorada do sertanejo, faleceu no local.