Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

'A mulher sempre sabe', diz Bárbara Paz sobre homossexualidade de Félix em 'Amor à Vida'

Bárbara Paz comenta a relação de Edith e Félix em 'Amor à Vida'. Atriz diz que não saberia qual seria sua reação caso vivesse a mesma experiência de sua personagem

Redação Publicado em 29/05/2013, às 12h13 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Bárbara Paz - Divulgação/ Globo
Bárbara Paz - Divulgação/ Globo

Em sua quarta novela na Globo, Amor à Vida, a atriz Bárbara Paz vive Edith, uma personagem cercada por polêmicas. Ela é casada com o vilão da trama, Félix (Mateus Solano), descobre que está sendo traída por ele e que o marido, na verdade, é homossexual. Tudo isso aconteceu na primeira semana da novela, mas muita coisa ainda está por vir.

“A Edith é uma mulher misteriosa”, diz Bárbara. “Acho que o amor para ela está acima de tudo e de todos”, completa a atriz, que demonstra ainda não ter descoberto os verdadeiros motivos que fizeram sua personagem continuar casada com o vilão. “Por que será que aguenta tanta coisa? Só Walcyr [Carrasco, autor] poderá responder”, brincou.

As 10 melhores frases do vilão Félix Khoury em 'Amor à Vida'

Bárbara não sabe qual atitude teria na vida real, caso descobrisse que seu parceiro se relacionasse com pessoas do mesmo sexo. “Não tenho noção de como seria de fato a realidade. Mas avaliaria a situação como um todo. No fundo, a mulher sempre sabe com quem está. E acho que a questão é dele estar me traindo com outra pessoa, independente do sexo”, diz.

Para a atriz, discutir a homossexualidade no horário nobre da Globo é ‘fundamental’.“É um reflexo da nossa sociedade”, fala. “Estou adorando, achando o texto inteligente e muito contemporâneo”, comenta.

Por que sair do armário? Gays como Félix são amargos e invejosos, diz especialista

Sobre a parceria com Mateus Solano, ela faz elogios: “Ele é um grande ator, estudioso, dedicado, ótimo parceiro de cena. Temos um bom jogo”.