Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
TV / Absurdo!

Michelle Barros se revolta ao noticiar caso de racismo: ''Chocante, inacreditável''

Durante 'Bom Dia São Paulo', Michelle Barros se emociona ao noticiar caso de racismo em rede de atacados em Limeira, no interior de SP

CARAS Digital Publicado em 09/08/2021, às 10h48 - Atualizado às 10h57

Apresentadora da TV Globo se revolta com caso de racismo - Reprodução/TV Globo
Apresentadora da TV Globo se revolta com caso de racismo - Reprodução/TV Globo

Michelle Barros (42)  se revoltou com caso de racismo no Bom Dia São Paulo desta segunda-feira, 09.

A apresentadora se emocionou ao mostrar o caso de Luiz Carlos da Silva, um homem negro de 56 anos que tentava provar que não havia roubado nada de um estabelecimento em Limeira, no interior de São Paulo.

"O homem tenta desesperadamente provar que não furtou nada", disse ela ao anunciar a reportagem.

Luiz foi cercado por funcionários do local e obrigado a ficar só de cueca na frente de outros clientes. A empresa disse que os funcionários foram afastados do trabalho e que está investigando o caso, que foi registrado na Polícia Civil como constrangimento, segundo informações da defesa do homem. Não há provas de injúria racial contra os funcionários.

Substituta de Rodrigo Bocardi, Michelle se manifestou sobre o caso: "É chocante, né? Inacreditável. O vídeo continua, mas funcionários da Rede Assaí chegam ao local aonde esse homem de 56 anos passa por momentos de angústia e humilhação. Isso é humilhação. Cidadão trabalhador que vai ali comprar e passa por isso. "A esposa [da vítima] disse que ele foi ao atacadista na sexta-feira (6) conferir os preços, e aí foi abordado quando saiu da loja".

A jornalista ainda pediu desculpas pela exibição das imagens e lamentou o racismo. "Desculpe-nos ao mostrar isso em casa, desculpa ao senhor por ter que expor mais uma vez assim, desculpe a sua família, desculpe por isso. O caso ta sendo investigado e o Assaí entrar em contato com o cliente, todos os funcionários envolvidos foram afastados das funções e a empresa reforçar que não adota abordagem constrangedoras aos clientes".

Indignada, ela disparou: "Qual a razão para submeter uma pessoa a um constrangimento tamanho? Por causa da cor da pele? O que leve a isso? Um cidadão de 56 anos, o que passa na cabeça. Minha desculpa ao senhor por ter que mostrar isso".