Médico revela que Gugu Liberato ainda respirava quando chegou ao hospital

Guilherme Lepski, neurocirurgião, disse ao Jornal Nacional que Gugu Liberato chegou no hospital respirando

CARAS Digital Publicado domingo 24 novembro, 2019

Guilherme Lepski, neurocirurgião, disse ao Jornal Nacional que Gugu Liberato chegou no hospital respirando
Gugu Liberato chegou respirando no hospital, segundo médico - Acervo SBT

Gugu Liberato, que faleceu com 60 anos, na sexta-feira, 22, após um acidente doméstico em Orlando, chegou respirando ao hospital

Guilherme Lepski, neurocirurgião chamado pela família para analisar o caso, concedeu entrevista ao Jornal Nacional da TV Globo e disse que o quadro do apresentador se agravou muito rapidamente.

"Ele tinha alguma atividade respiratória no início. Não era de início morte encefálica. Acontece que o quadro foi se deteriorando rapidamente", explicou.

O neurocirurgião também explicou que é necessário um tempo mínimo de seis horas para a avaliação até chegar no diagnóstico de morte encefálica: "Para falar que o quadro é irreversível, e a gente está falando para o futuro, a gente tem que olhar um pouquinho para o passado, para as horas que passaram, e ver se houve alguma mudança positiva no quadro neurológico".

"São feitas pelo menos duas provas, há um intervalo, aqui nos EUA este intervalo não é limitado, pode ser feito 15 minutos depois, 20 minutos depois... E as provas subsequentes detectaram isso", continuou.

A legislação americana não exige a angiografia para comprovação de morte encefálica, ainda assim, ela foi feita e constatou que não tinha mais fluxo de sangue para o cérebro.

 

Último acesso: 07 Dec 2021 - 11:49:39 (335914).

Leia também

TV CARAS