Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Marco Pigossi se despede de seu primeiro protagonista: 'Bento mudou a minha vida!'

Em entrevista ao site oficial de 'Sangue Bom', o galã conta que ficou mais romântico, fala sobre o assédio das fãs e diz que crê na transformação de Amora no final da trama

CARAS Online Publicado em 30/10/2013, às 07h57 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Marco Pigossi se despede de seu primeiro protagonista: 'Bento mudou a minha vida!' - Divulgação/TV Globo
Marco Pigossi se despede de seu primeiro protagonista: 'Bento mudou a minha vida!' - Divulgação/TV Globo

Quando Sangue Bom estava prestes a entrar no ar, Marco Pigossiconfessou que estava ansioso e um pouco assustado por encarar seu primeiro protagonista na TV.

Agora, com a novela chegando ao fim, o galã está com o sentimento de dever cumprido. E mais do que isso! Pigossi se diz muito feliz e conta que se surpreendeu com a enorme identificação do público com Bento. “A trajetória dele foi muita humana, no sentido de ter muitos conflitos, como as pessoas realmente os têm", analisa o ator, que tem certeza de que o personagem já mudou sua vida: “O Bento foi o maior presente da minha carreira. Emprestei tudo que eu tinha de mais sincero e verdadeiro para esse cara”.

+ Bento se declara e tasca beijão em Malu. Maurício flagra o clima!

Na entrevista ao site oficial de Sangue Bom, Pigossi abriu o jogo e disse que se tornou mais romântico no dia a dia, contou que decora texto cuidando de plantas, e comentou o aumento do assédio feminino nas ruas: “Acho que todas as mulheres gostariam de um Bento”. E, além disso tudo, tem a pergunta que não quer calar! Com quem Bento ficará no final: Amora, Giane ou Malu? O ator garante que não sabe a resposta, mas arrisca dizer que uma das três gatas já é carta fora do baralho!

O Bento foi, talvez, o personagem mais querido da novela. Você conseguiu sentir isso na pele? Arrisca dizer que ele já marcou a sua vida e carreira?

Eu me surpreendi sim, mas por outra questão. A trajetória dele foi muita humana, no sentido de ter muitos conflitos, como as pessoas realmente os têm. Ele foi muito persistente no amor pela Amora, durante muito tempo. Confesso que tiveram momentos em que eu cheguei a ter dúvidas em relação a isso, assim como o Bento está nesse momento de dúvidas. Mas isso significa uma coisa boa, que o público acompanhou os conflitos, as dúvidas e o amor dele o tempo inteiro! O Bento foi o maior presente da minha carreira, o meu primeiro protagonista. Acho que nenhum ator esquece o seu primeiro protagonista. Sempre digo que isso não tem a ver com o quanto você vai aparecer ou a quantidade de cenas que você tem, e sim com uma questão de conduzir a história, de ser a linha condutora dela. Essa foi a minha maior responsabilidade, e me sinto muito feliz por ter conseguido conduzir essa história da maneira que os autores e o público queriam. Realmente mudou a minha vida e a minha carreira.

O que você emprestou de si para o Bento ao longo desses quase sete meses de novela?

Emprestei tudo que eu tinha de mais sincero e verdadeiro para esse cara, e ainda tive que acrescentar muito mais, porque o Bento é um ser iluminado! Ele tem essa leveza e pureza com que vê a vida e encara os problemas. Aprendi muito com o Bento, porque ele tem um senso coletivo muito forte! Hoje estamos vivendo um momento muito particular, todos estão muito preocupados com o seu, as suas conquistas, o seu caminho e esquecem as pessoas ao redor. Então, carreguei isso durante a novela inteira.

Você acha que passou a ser mais romântico por causa do personagem? Ficou com o hábito de dar flores às pessoas, por exemplo?

O Bento é muito romântico, mas não é romântico só em termos de relacionamento amoroso. É romântico na maneira de encarar a vida. Ele é até capaz de cometer erros por causa disso. É puro, acha que tudo vai dar certo, que é possível ajudar o próximo. Realmente fiquei mais romântico nesse sentido. Hoje, é impossível eu entrar num lugar onde tem flor e não reparar, e vice-versa. Posso dizer que agora a minha casa realmente tem plantas. E apesar da correria, acabo cuidando delas enquanto estou decorando texto. Passei a dar mais flores para as pessoas.

+ Amora briga com Socorro na delegacia e vai parar atrás das grades

O Bento fez aumentar o assédio da mulherada?

O Bento foi o personagem que me deixou mais conhecido, e com isso o contato com o público acabou sendo mais intenso. Ele trouxe para as mulheres uma questão interessante. Sempre há essa brincadeira de que os vilões e cafajestes atraem mais a mulherada. Mas o Bento trouxe esse outro lado: do cara romântico, do bem, honesto, o que no fundo é o que as mulheres querem. Acho que todas as mulheres gostariam de um Bento.

Qual o seu palpite para o final do Bento? Com quem ele vai ficar: Amora, Giane ou Malu?

Não faço a menor ideia! Está trancado à sete chaves pela Maria Adelaide Amaral e o Vincent Villari. O que eu sei é que o Bento vai se decepcionar muito! E, talvez, ele verá que esse amor pela Amora não se sustenta, que esse amor de infância ficou na infância. Mas não sei o que vai acontecer a partir disso. Só sei que ele vai ter uma decepção que será capaz de transformar a vida dele. Talvez, ele perca um pouco esse romantismo que tem com a vida. Acho que vai ser um tombo muito forte.

A Giane ainda tem alguma chance de ficar com o florista?

Eu acho que o lance do Bento com ela já acabou. Ele já libertou a Giane. Mas os dois vão ser sempre amigos e parceiros. A Malu é a alma gêmea dele, eles pensam iguais e gostam das mesmas coisas. Então, ela pode ser um conforto para ele, num momento de muita turbulência. Mas também não sei se isso é suficiente para os dois viverem juntos para sempre.

Você já viveu um dilema parecido na sua vida?

Três mulheres brigando por mim? Jamais! Se aconteceu, eu não percebi. Nunca vivi nada parecido nesse sentido. Já me decepcionei em relacionamentos, claro, porque nada é sempre o que a gente quer. Também já encontrei pessoas que poderiam ser minha alma gêmea, como é o caso da Malu e do Bento, mas que não deram certo. Já vivi situações parecidas, mas não iguais.

Acha possível a total redenção da Amora?

Acredito na redenção da Amora por um único e simples motivo: ela tem uma coisa muita verdadeira, que é a paixão pelo Bento. Pode ser uma paixão exagerada, doentia, mas o amor dela é sincero. Só por ela ter esse amor, já é possível uma redenção. Acho que a Amora pode se transformar, sim.

+ Para defender Amora, Bento ameaça Wilson

Você já fez gay, vilão, mocinho. A que tipo de personagem gostaria de dar vida na próxima novela que fizer?

Sempre me apaixono pelos personagens que estou fazendo no momento. Não tem nenhum que eu queira escolher agora, até porque a gente não sabe o que vem por aí. Tenho certeza de que vou me apaixonar pelo que vier. Quero fazer uma coisa diferente do Bento, mas não sei exatamente o quê. Em maio de 2014, vou começar a ensaiar uma peça com a Louise Cardoso, com estreia prevista para agosto. Chama-se Doce Pássaro da Juventude, do Tennesse Williams. É um texto que eu sempre sonhei em fazer, mas nunca consegui produzir. Encontrei por acaso a Louise nessa novela, e ela me convidou para fazermos juntos dizendo que era o texto da vida dela. Foi um encontro mágico!

O que você vai fazer quando a novela terminar? Pretende viajar com amigos do elenco?

Vou viajar para Londres e de lá vou passear pela Europa durante um tempo. Vou assistir a muitas peças de teatro! Nós já jogamos pôquer toda semana. Todo mundo se deu muito bem! Estamos pensando em nos encontrar em Berlim. Estou botando pilha na Fernanda (Vasconcellos), no Jayminho (Jayme Matarazzo), no Babaioff (Armando Babaioff), no Joaquim (Lopes), na Sophie (Charlotte). Vai ser ótimo se pudermos nos encontrar!