Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
TV / Exclusivo

Marco Luque fala sobre espetáculo 'Todos por Um' e mudanças na carreira

Marco Luque relembra trajetória até se tornar ator e dá detalhes do espetáculo Todos por Um

CARAS Digital Publicado em 25/09/2019, às 17h12 - Atualizado às 17h50

Marco Luque - Fabio Miranda
Marco Luque - Fabio Miranda

Em entrevista exclusiva para a CARAS Digital, Marco Luquefalou sobre a sua nova peça e relembrou mudanças na carreira

Marco Luque está em cartaz com com a peça Todos Por Um, onde interpreta sete personagens. São quatro que o público já conhece, Jackson Faive, Silas Simplesmente, Mustafáry e Mary Help, além de três personagens novos!

O ator revelou que a peça ainda conta com truques de mágica: “É muito legal! Eu tive que me cadastrar como mágico mesmo. Um mestre te inicia na mágica, você recebe um cadastro e pode ir em feira de mágicos para comprar uma mágica. Um dos personagens um mágico charlatão e ele até se espanta quando a mágica funciona”, explicou.

Marco também contou como e por que escolheu esses personagens: “São personagens que vemos repostas muito boas no Altas Horas e são os mais fortes, meu carro-chefe.”, disse.

Questionado sobre seu personagem favorito, o ator não soube responder: “Não dá para escolher um, é tipo escolher um filho. Gosto muito do Jackson Five porque ele rende para caramba. Mas tem o Ed Nerd que ainda dá para aproveitar muito”.

Sobre o Ed Nerd, Marco declarou que o vê como um vilão e afirmou que é o personagem mais teimoso: “Ed Nerd é o mais teimoso, quando ele quer algo ele compra aquilo, não liga para as outras pessoas. Seria capaz de matar uma pessoa, ele é meio um vilão meu. Se eu fosse escolher um vilão, seria um Ed Nerd, mas é aquele vilão que você torce por ele. Acho que vai ser tipo esse Coringa que tá vindo aí, vamos torcer por ele.”

O ator ainda falou sobre a Escolinha do Professor Raimundo e deu alguns detalhes sobre as novidades para o próximo ano: “É um projeto que cresceu. Não vai ter só cenas na sala de aula, vai ter no refeitório, salas de arte, sala do diretor” , e continuou: “É uma loucura! Imagina Adnet, Calabresa, Rodrigo Santana, Evandro Mesquita tudo junto. A gente não consegue ficar sério, não consegue segurar. A gente não sabe o texto de ninguém e não sabemos quando vamos ser chamados então tem esse fator surpresa".

Antes de ser ator e humorista, Marco Luque foi jogador de futebol e relembrou como decidiu que queria mudar sua carreira profissional: “Eu jogava bem,mas aquilo não era para mim. Eu comecei a questionar muito, se era isso mesmo que eu queria fazer, perguntava para Deus se era aquilo que Ele escolheu para mim. E quando você se questiona muito, a resposta é não. Quando você faz uma coisa que você gosta, você não questiona. Você vive aquilo.

Além do talento nas quadras e nos palcos, ele se formou em artes plásticas e esculpe em argila para fundir em bronze ou qualquer outro material, mas não vende. “Eu tenho um mini-ateliê em casa, é provisório. Mas gosto muito de fazer com as minhas filhas, pintar, desenhar, a gente se diverte muito com a arte”, explica sobre o amor pela arte.