Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Marcello Novaes rejeita comparações de seu novo vilão com Max: É outra postura

Marcello Novaes se prepara para interpretar o terceiro vilão de sua carreira em Além do Horizonte e diz ter os pés no chão sobre o novo trabalho: "Sei que não é fácil acontecer um personagem como o Max"

CARAS Online Publicado em 04/09/2013, às 15h51 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Marcello Novaes - Francisco Cepeda / Ag. news
Marcello Novaes - Francisco Cepeda / Ag. news

Em entrevista à CARAS Online, Marcello Novaes falou sobre o desafio de interpretar novamente um vilão após o sucesso do malvado Max, de Avenida Brasil.

+ Marcello Novaes: "É possível ser feliz sem uma mulher ou uma namorada"

"Vou fazer um vilão mais uma vez, acho que gostaram, mas estou trabalhando para ser diferente do Max, é uma outra composição", explicou o ator sobre seu personagem em Além do Horizonte, novela que substituirá Sangue Bom na faixa das 19 horas.

+ Marcello Novaes em tour por Paris

"O Max era um cara mais aberto, mais extrovertido. Esse é um personagem mais contido, mais velho que o Max. Ele foi do Exército e agora mora na Amazônia. Além disso, guarda um grande segredo e fará par com a personagem da Sheron Menezzes", confidenciou Novaes, que disse acreditar que a trama escrita por Carlos Gregório e Marcos Bernstein será bastante inovadora.

+ Solteiro, Marcello Novaes curte passeio VIP em Paris

"É uma novela diferente, vem com muita aventura, deve agradar muito o público jovem, os protagonistas são jovens e tem muita ação. A novela tem um pouco do seriado Lost, uma coisa meio fantasiosa, é uma novela que vem para inovar no horário", garantiu o ator, que disse ter os pés no chão mesmo após o sucesso de Avenida Brasil.

"O Max foi um presente muito grande, um divisor de águas na minha carreira, vai ser inesquecível. É o tipo de personagem que leva 10, 15 anos para aparecer na carreira. Ele tinha muita força, muita química, deu tão certo... Eu sei que não é fácil acontecer um personagem como o Max.  A gente nunca sabe quando vai acontecer de novo. Sempre faço o personagem esperando que seja muito sucesso, mas nem sempre acontece. Estou trabalhando para que ele aconteça, mas o Max vai deixar saudade", explicou o ator, que considerou saudável o período que passou longe da televisão.

"Eu gosto muito do que eu faço, do meu trabalho, mas algumas vezes somos obrigados a parar, porque o Max foi muito marcante. Então, seria difícil não só para mim, mas para o público acreditar no Marcello fazendo um outro personagem. Estava muito associado a ele, precisava esperar a poeira abaixar. As pessoas vão ter que se acostumar a me ver em outro vilão, com outra postura, outra apresentação", finalizou.