Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Lúcio Mauro Filho admite brigas no elenco de 'A Grande Família'

Em entrevista ao Pânico, ele desabafou sobre o fim do seriado. 'A gente tinha que terminar no alto'

CARAS Digital Publicado em 01/09/2015, às 15h00 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Lúcio Mauro Filho - Globo/João Miguel Júnior
Lúcio Mauro Filho - Globo/João Miguel Júnior

Lúcio Mauro Filho admitiu em entrevista ao Pânico, da Jovem Pan, que brigas no elenco colaboraram para o fim de A Grande Família, na Globo. O intérprete do Tuco comparou o seriado ao sucesso americano Friends e lamentou a forma como a atração global saiu do ar.

"Nos EUA termina o Friends, depois de dez anos, todo mundo se reúne, fazem uma puta final, todo mundo chora, o país para. Aqui no Brasil, o sucesso termina com uma briga no elenco, um cara desiste de fazer, outro vai para outra emissora, trazem equipe nova que o programa começa a decair. A Grande Família não merecia isso, a gente tinha que terminar no alto", disse o ator. "A gente teve poucas brigas para 14 anos, agora quando brigava... É família, né? São 14 anos, quando briga não tem filtro, não tem nada!", continuou.

Ele afirmou, no entanto, que tem orgulho pelo projeto ter terminado com seu elenco original, o mesmo durante 14 anos. Lúcio comentou ainda sobre Pedro Cardoso, o intérprete de Agostinho, que afirmou não ter recebebido nenhuma oferta da Globo para desenvolver algum projeto seu após o fim de A Grande Família. "Ele é chateado desde que nasceu", brincou Lúcio. "Mas aprendi muito com ele".

Atualmente Lúcio interpreta o policial Bigode no humorístico Chapa Quente.