CARAS Brasil
Busca
Facebook CARAS BrasilTwitter CARAS BrasilInstagram CARAS BrasilYoutube CARAS BrasilTiktok CARAS BrasilSpotify CARAS Brasil
TV / Onde está?

Lembra dele? Saiba por onde anda Ciro Bottini, apresentador do Shoptime

Muito conhecido na TV nos anos 1990, Ciro Bottini foi um dos apresentadores mais conhecidos do Shoptime, canal que anunciou seu fim no ano passado

Nataly Paschoal

por Nataly Paschoal

npaschoal@caras.com.br

Publicado em 29/05/2024, às 12h35

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Ciro Bottini fala o que anda fazendo - Reprodução/Instagram
Ciro Bottini fala o que anda fazendo - Reprodução/Instagram

Nos anos 1990, o apresentador Ciro Bottini era bastante conhecido pelos telespectadores que resolviam assistir aos programas de vendas do Shoptime, canal que anunciou seu fim de transmissão na TV no ano passado. Mas, por onde estaria ele agora?

Em entrevista ao Splash, do UOL, o comunicador, do bordão "compre, compre, compre", contou que continua trabalhando com as câmeras, mas agora o estúdio é dele e em sua casa. Com mais de 50 mil horas ao vivo, ele se declara um "tarado por vendas" e prossegue com seu jeito no meio.

"Com a pandemia a minha demanda por campanhas digitais e lives explodiu. Entendi que aquilo deu uma turbinada no meu negócio digital. Montei a Máquina de Propagandas Bottini aqui em casa e daqui mesmo posso ter todo o equipamento para fazer uma gravação porque isso ficou infinitamente mais barato que antes. Quando a demanda explodiu, vi que isso não ia ter mais volta. Esse avanço no mundo digital só vai crescer, não vai recuar. E não recuou", falou sobre como está fazendo seu trabalho.

Antes de trabalhar na TV, Ciro era vocalista e guitarrista de uma banda de Rock até um dia tomar uma decisão. "Estava rodando os canais num sábado de manhã, sem o menor compromisso de nada. Então, me deparei com um programa de vendas de automóveis na TV Gazeta. Vi aqueles caras indo de uma loja para outra, batendo papo com as pessoas, mostrando os produtos e pensei: Isso é legal! Não tinha pretensão e nem sabia que teria habilidade para a coisa, mas foi um instinto. Peguei o telefone do lugar que comprava o espaço na TV e liguei, me vendendo. Fui até lá e, uma semana depois, me ligaram para gravar um teste. Naquele mesmo dia fechei o contrato", explicou como entrou no ramo da comunicação.

Ciro Bottini na Shoptime

Ainda na entrevista, ele revelou como funcionava as gravações. "A gente ficava todos os dias entre 8h a 7h ao vivo. Era muito tempo e tinha que inventar coisas para que aquilo ficasse legal, para não ficar só falando sobre as características do produto, porque isso é muito chato. O programa só acabava quando batíamos a meta. Enquanto tem estoque, tínhamos que vender tudo. Eu sempre fui focado em vender. Tendo isso em mente, pensava em criar estratégias para vender. Às vezes, antes de começar, nos reuníamos e criávamos situações diferentes — algumas inusitadas, outras engraçadas. Tinha que ser um show", contou.

Ciro Bottini também falou sobre sua saída da TV. "Até 1999, era a TV que mandava onde tinha adesão rápida das pessoas. Nós começamos a ver no dia a dia a mudança no perfil dos clientes que pararam de comprar pelo telefone e migraram para o digital. As pessoas poderiam comprar tanto pela TV quanto pela internet. O analógico começou a perder venda para o digital. Começamos a nos questionar de onde vinha o cliente: comprou porque veio por uma pesquisa na internet ou por que viu na TV? E aí a TV tinha uma meta e tudo isso virou uma grande salada confusa. Foi uma transição difícil, mas na minha carreira essas mudanças foram benéficas. A partir daí deixei de ser apenas um funcionário e comecei a ter vida própria no digital, já que as ferramentas democratizaram a comunicação", contou.

"A internet foi um dos motivos, mas a zona de conforto foi outro. Fiquei muito tempo por lá, sendo que nunca fui sócio, nem nada disso, apenas um contratado. Não via mais perspectiva de crescimento e sempre quero crescer, fazer coisas melhores e maiores. Sempre gostei de lá, mas a marca foi mudando e já não era mais a mesma coisa. E, além disso, era claro a perda de audiência da TV a cabo. O que pra mim havia sido uma vitrine maravilhosa não era mais. Então encerrei o contrato", detalhou a decisão no bate-papo com o Splash, do UOL.

Leia também:Apresentadora da Globo faz festa temática para a filha e impressiona