TV Lembrança

Klara Castanho relembra infância durante passeio no parque: ''Lembro de passar horas com meus avós''

segunda 18 novembro, 2019
Klara Castanho relembra infância durante passeio no parque
Klara Castanho relembra infância durante passeio no parque Instagram


A atriz usou suas redes para relembrar infância durante passeio no parque pela cidade

Klara Castanho compartilhou no último domingo, 17, um registro durante passeio no parque e aproveitou para relembrar infância com os avós nas redes sociais.

Em seu perfil do Instagram, a atriz surge com um look despojado, uma camiseta laranja neon, uma saia jeans e um tênis colorido para compor a combinação.

"Eu lembro de vir nesse parque e passar horas com meus avós e meu irmão. Qual a maior lembrança da infância de vocês?", relembrou a artista global na legenda da publicação.

Os fãs da musa não pouparam elogios nos comentários. "Amei a saia. Você tá linda", disse uma seguidora. "Delineado tá perfeito igual você", disse outra. "Dona do meu coração", completou um internauta.

Recentemente,  Klara usou as redes sociais para contar aos fãs que foi traída em um relacionamento.

No Instagram, a atriz abriu o coração e contou a história. "Oi, meu nome é Klara, eu tenho 19 anos e fui corna aos 14. Não é legal a gente falar que a pessoa foi corna, mas eu fui corna. A pessoa fina foi traída. Fui corna, mesmo, e vou contar essa história para vocês. Normalmente eu não compartilho muito as coisas da minha vida pessoal, mas eu acho que essa história merece ser compartilhada, porque é boa demais para ficar apenas entre minha família, meus amigos e eu", disse.

A gata continuou dizendo que, na época, achava que tinha "tirado a sorte grande" por estar namorando.

"Eu estava apaixonada. Um mês depois descobri que tinha sido traída. Aliás, corna. Na hora, disse: 'Nunca vou perdoar. Jamais'. E cinco dias depois, estava com ele de novo. Fomos e voltamos milhares de vezes, mas enquanto tudo isso acontecia, meus pais não sabiam. Primeiro: Eu sabia que não daria certo, que ele não era uma pessoa que meus pais achariam boa. Segundo, que eu tinha quinze anos. Qual era a chance de aquele ser o amor da minha vida? Existem histórias, mas não existia a chance de aquela pessoa ser a certa para o resto da minha vida. Então, falei: 'Não vou contar. Enquanto puder esconder, eu vou esconder'. Até que o negócio começou a ficar sério".

Klara ressaltou que a família acabou descobrindo sobre o relacionamento e afirmou que faria tudo diferente."Se minha mãe soubesse no primeiro mês, eu não teria passado por nada disso, porque ela já o teria colocado para correr em dois segundos", brincou.

por CARAS Digital
Atualizado segunda 18 novembro, 2019 (335288)

Mais conteúdo sobre:

ASSINE E GANHE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS