Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Kadu Moliterno abre as portas de sua casa no Rio

Aos 45 anos de carreira, ele destaca felicidade com a namorada, Cristianne

CARAS Publicado em 17/06/2015, às 16h20 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Na casa do ator, ele e a modelo fitness celebram o encontro há 5 meses. - SABELA KASSOW/IMAGINÁTIO IMAGENS
Na casa do ator, ele e a modelo fitness celebram o encontro há 5 meses. - SABELA KASSOW/IMAGINÁTIO IMAGENS

Não há como esconder. O amor está no ar na casa de madeira, toda pintada de branco, bem ao estilo havaiano, onde mora Kadu Moliterno, que faz 63 anos no sábado, 20. Com um sorriso que revela o momento feliz, ele abre as portas da residência no Recreio dos Bandeirantes, próxima a praias cariocas preservadas e frequentadas por surfistas, acompanhado de Cristianne Rodriguez (38). Os dois namoram há cinco meses e a fotógrafa e modelo fitness, de 55kg e 1,60m, é o primeiro relacionamento mais sério do ator depois de separar-se, há cerca de dez anos, da jornalista Ingrid Saldanha (43), mãe dos seus filhos, Kauai (22), Lanai (21) e Kenui (17).

“Quando a gente procura, não acha. Quando não... Cris é a pessoa mais madura com quem me relacionei até hoje. Minha mãe, Zeni, sempre disse: ‘Você só vai se sentir feliz quando encontrar uma mulher de verdade, madura’. E mãe com 90 anos sabe tudo, ela estava com toda a razão”, realçou ele, com mais motivos, além dos afetivos, para celebrar. Em meio às comemorações dos 50 anos da Globo, ele faz 45 de carreira. Seu primeiro personagem em uma novela da emissora foi o motorista Oswaldo, de Selva de Pedra, de 1972, mas ele ficou marcado mesmo pelo Juba, do seriado Armação Ilimitada, exibido entre 1985 e 1988.

Recentemente, Kadu participou de Alto Astral, que terminou em maio. “Agora, estou em negociação com a Record para atuar na próxima novela bíblica, Josué, que emenda com Os Dez Mandamentos”, adiantou, na sala também branca da casa, com um aquário no chão onde nada uma carpa e enfeites trazidos de Bali e do Havaí. Lá, um dos locais em que mais gosta de ficar, ele falou sobre as afinidades com a namorada, o estilo de vida saudável e o trabalho. Ao ouvir elogios sobre o aconchego do local, respondeu prontamente. “Eu desenhei essa casa quando tinha chegado de uma viagem ao Havaí. A planta virou molde na empresa de casas pré-fabricadas. Moro aqui há 18 anos.”

Esta casa transpira a arte, esporte e mar...
Não dá para fugir disso. Sou ator, mas a música é muito presente aqui e eu e meus filhos adoramos. Então, temos instrumentos por todos os lados. E o mar... Só viajei para lugares com onda, Austrália, Bali, Havaí, Costa Rica. Aqui, todos os dias vou à praia. Cris brinca, dizendo que o mar é seu maior rival. Ela ainda não surfa, mas quero ensinar e levá-la ao Hav aí. Mas malhamos juntos, na academia ou nesta casa mesmo.

Seus filhos surfam?
Os três. Quando bebês, assim que o pescoçinho deles ficou mais firme, eu os batizei na água doce da cachoeira e no mar. A partir de um 1 e meio, 2 anos, botava na prancha comigo. O surfe para eles aconteceu naturalmente. O gosto pela arte e pelo esporte é um legado que eu me orgulho de ter passado para meus filhos.

Você é caseiro e sempre teve uma rotina regrada. O que mudou ao lado da Cristianne?
Não gosto da noite. Durmo por volta das 10h, ela diz que meu horário é de criança. Depois que começamos a namorar, fui deitar, uma vez, às 2 da manhã... Reclamando, claro. (risos) Mas ela também não é baladeira, saímos pouco, uma estreia de teatro, um cinema... Comer fora, só se for no japonês. Não tem isso de pizza. Para nós, é tudo sem lactose e glúten. Como gosto de cozinhar, preparo as refeições aqui.

A vida ficou mais saudável?
Já era, mas, sem dúvida, alimentação e exercícios melhoraram com ela. Cris passa 1h30 na academia de segunda a sábado, é rigorosa, me lembra de que preciso comer de 3h em 3h, mesmo sem vontade, fala para pegar halter mais pesado. Sobrevivo porque não obedeço a tudo...

E o trabalho no palco?
Sigo com a comédia Corra que a Minha ExMulher Vem Aí! Com Os Divorciados. Vou passar o aniversário com a peça em São Roque, interior de SP. Quando comecei com o es petáculo, em 2014, estava 30 anos sem fazer teatro. Gosto muito, o improviso me fascina. Estou em contato com o público, recebo carinho, aplauso... O ator precisa disso.

Você tinha planos de montar um show com seus filhos, não?
Continuamos com o projeto. Vai ser um pouco do gosto de cada um, e bem atual, moderno. E aí mistura um Beatles, porque eu trago essa coisa de Beatles e Rolling Stones. Quando eles vierem para cá, vamos ver isso, porque os três estudam nos EUA. Kauai faz Cinema em Los Angeles, Lanai, Teatro, Arte e Dança, em San Diego, e o Kenui termina o ensino médio, também em L.A. Por enquanto, tocamos tudo pela internet.

Então eles não conhecem sua namorada. Já os preparou?
Não precisa, são tranquilos, torcem para que eu seja feliz. Mandei a foto da Cris para a Lanai porque menina sempre tem mais ciúmes do pai, e ela falou: ‘Pai, que abdômen é esse?’ (risos)