Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
TV / BBB

Justiça encerra inquérito de Daniel Echaniz

Advogada afirma que Daniel Echaniz ficou feliz com a notícia e que sempre acreditou na justiça

Redação Publicado em 20/03/2012, às 15h48 - Atualizado às 15h53

Daniel Echaniz - Divulgação/ Rede Globo
Daniel Echaniz - Divulgação/ Rede Globo

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro encerrou e arquivou o inquérito policial contra o modelo Daniel Echaniz (31), acusado de ter estuprado a participante Monique Amin (23) dentro do Big Brother Brasil 12, o que ocasionou sua expulsão do programa.

Segundo comunicado divulgado pela assessoria de imprensa da Rede Globo, o Tribunal entendeu que não houve crime, após o depoimento de Monique, e decidiu arquivar o inquérito. Com isso, o modelo também receberá de volta seu passaporte e terá a proibição de sair do país suspensa.

“O Tribunal entendeu que não houve delito e que tudo o que aconteceu foi com a conscientização de ambas as partes. Então, eles pediram o arquivamento do caso”, explicou a advogada Elizete Alvim de Souza Mello, que falou com Daniel Echaniz sobre a novidade no processo nesta terça-feira, 20: “Ele ficou feliz, reagiu super bem. Durante todo o caso, ele sempre disse que acreditava na justiça deste país e que ia conseguir provar sua inocência.”

Daniel foi afastado do BBB12 no dia 16 de janeiro para poder responder formalmente às acusações. Já a participante Monique foi eliminada do programa pelo público neste domingo, 18.