Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

José de Abreu relembra trabalho como pedreiro na Grécia

José de Abreu se emocionou ao relembrar o tempo que trabalhou como pedreiro na Grécia. "Vinte anos depois, me hospedei na casa que construí"

CARAS Digital Publicado em 21/01/2014, às 11h22 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

José de Abreu - Ag. News
José de Abreu - Ag. News

Intérprete do vilão Ernest Hauser em Joia Rara, José de Abreu falou sobre o período em que morou fora do país durante os anos da ditadura em entrevista a Zeca Camargo, no Vídeo Show, da TV Globo.

+ José de Abreu machuca o pé em gravação de novela

O ator contou que, a príncípio, foi morar no sul do país, e de lá mudou-se para a Europa, onde chegou a trabalhar como pedreiro na Grécia. "Sim, trabalhei como pedreiro. Vinte anos depois, me hospedei na casa que construí, foi muito emocionante", afirmou.

José de Abreu também se emocionou muito ao rever sua trajetória. "Olha, é inacreditável onde eu cheguei. A minha família não é de atores, todos eram do mato, muitos não sabiam nem falar direito. Nunca tinha pensado em estudar teatro na vida. Comecei a fazer antes de assistir", comentou, com lágrimas nos olhos. "É óbvio que eu tenho que acreditar que tinha alguma coisa que me tirou de Santa Rita do Passa Quatro e me colocou aqui no Projac", afirmou, referindo-se à sua terra natal, no interior de São Paulo.