Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS
TV / Decidida

Jennifer Aniston fala sobre não ter filhos aos 49 anos

Ex-atriz de 'Friends' comentou sobre gravidez, rumores da mídia e pressões da carreira

CARAS Digital Publicado em 01/08/2018, às 17h03 - Atualizado em 02/08/2018, às 10h21

Jennifer Aniston - Getty
Jennifer Aniston - Getty

Jennifer Aniston abriu o coração e descarregou o peito em uma entrevista feita para a revista americana InStyle. Respondendo perguntas da amiga Molly McNearney, a atriz falou sobre gravidez, rumores da mídia e pressões da carreira.

A atriz falou que às vezes é difícil se manter equilibrada e tranquila com todos falando sobre sua vida, mas não deixa isso transparecer. "Na maioria das vezes eu dou risada das manchetes ridículas porque elas vão ficando cada vez mais absurdas", explicou. Então, sobre a maior mentira que contaram dela, ela riu e disse que são várias. "Deixa eu procurar no Google", disse enquanto digitava, "Ah, olha só! Eu vou gastar R$100 mil em cirurgias para me vingar [do ex]! É uma loucura. Dizem 'Jen não consegue manter um homem' e 'Jen se recusa a ter um bebê porque ela é egoísta e comprometida com a carreira', ou que estou triste ou de coração partido. Eu não estou. E isso são conclusões sem base. Ninguém sabe o que se passa atrás de portas fechadas", concluiu.

Sobre a maternidade, ainda adicionou que existem muitas especúlações. "Ninguém considera como isso pode ser para um parceiro e para mim, e não sabem o que já passei física e emocionalmente. Existe uma pressão para as mulheres serem mães, e se elas não são, elas não são boas. Talvez meu propósito neste planeta não seja procriar. Talvez eu tenha outras coisas que possa fazer", acrescentou. 

A Rachel de Friends ainda revelou que já passou por muito sexismo no show business. "As mulheres são separada e jogadas umas contra as outras baseadas em aparência, roupas, coisas superficiais. Quando um casal se separa em Hollywood, é sempre a mulher que é desprezada. Ela fica sempre trsite e sozinha. Sempre falhando. Que se f*** isso. Quando foi a última vez que um homem divorciado e sem filhos foi chamado de 'solteirão'?", questionou.

E revelou ainda já ter sofrido tentativas de abuso sexual em sets. "Já tiveram umas mãos bobas vindas de atores e eu lidei com isso me afastando. Nunca ninguém em posição de poder me deixou desconfortável ou deu em cima de mim. Na minha experiência, fui tratada verbalmente pior por mulheres da indústria", relembrou. "[Movimentos que expõe abusos sexuais em Hollywood] tratam mudanças. Mas precisamos ouvir mais uns aos outros, e isso inclui homens. Eles precisam falar sobre isso. Quando todo mundo está bravo e agressivo, as pessoas ficam com medo de falar e não existe conversa. Precisamos incluir um ao outro e falar um com o outro. Não podemos nos inclinar para a violência", sugeriu.