Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Dedicação de Jaqueline Carvalho para Rio 2016

Na preparação para Olimpíada, ela recebe apoio da mãe, Josiane

Laís Rissato Publicado em 20/06/2016, às 08h04

Jaqueline e Josiane - MARTÍN GURFEIN
Jaqueline e Josiane - MARTÍN GURFEIN

Uma das mais promissoras jogadoras de vôlei da Seleção Brasileira, a ponteira Jaqueline Carvalho (32) sempre teve na mãe, Josiane Costa (56), sua maior incentivadora na carreira, desde que despontou para o esporte, por volta dos 11 anos, em Recife, onde nasceu. Mais de duas décadas depois, a bicampeã olímpica se prepara, agora, para disputar a Olimpíada 2016 no Brasil e, quem sabe, conquistar o terceiro título na competição. “Minha mãe está desde sempre comigo em tudo. Somos parecidas e levo dela a garra com que encara a vida. Estou acostumada a jogar fora do País, mas quero ganhar os Jogos Olímpicos aqui, com essa torcida linda”, pontua Jaque, em SP, onde mora. “Ela é alegre, descontraída. Quando está jogando, sempre olha para a arquibancada, pois sabe que estou lá”, conta Josiane, orgulhosa.

Além da garra e dedicação à família, outra característica de Jaque é a vaidade: em quadra, a estrela está sempre entre as mais belas e ostenta um cabelo invejável. “Vou ao salão, gosto de estar com as unhas feitas, sempre maquiada e também fazer hidratação nos fios com ampolas da Pantene”, avisa. Concentrada em Saquarema, RJ, no Centro de Desenvolvimento de Voleibol, onde tem intensificado os treinos para também competir na etapa internacional do Grand Prix Feminino de vôlei, ela curte o tempo livre ao lado do marido, o jogador de vôlei Murilo Endres (35), e do filho, Arthur (2). “As jogadoras que são mães têm estrutura para ficar com eles lá. Quando os jogos começarem, minha mãe e sogra vão se revezar para cuidar dele. Arthur é um mini Murilo, e, em termos de personalidade, tem um pouco dos dois. Quando estamos de folga, eu e Murilo gostamos de ir ao cinema e sair para jantar”, afirma ela.