Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
TV / No Limite

Íris Stefanelli avalia sua participação em 'No Limite': ''Estou orgulhosa''

Íris Stefanelli falou de sua trajetória, revelou como foi mudar de time e entregou para quem fica sua torcida

CARAS Digital Publicado em 23/06/2021, às 15h22 - Atualizado às 15h52

Íris Stefanelli avalia sua participação em 'No Limite' - GShow/Gabriela Nascimento
Íris Stefanelli avalia sua participação em 'No Limite' - GShow/Gabriela Nascimento

Na última terça-feira, 22, aconteceu mais uma eliminação emNo Limite, e quem levou a pios foi Íris Stefanelli (41), uma das personagens mais icônicas do BBB7. 

Após se tornar a sétima eliminada, Íris concedeu uma entrevista onde detalhou sua trajetória no jogo, como foi mudar de time e até revelou para quem fica sua torcida. 

Íris avalia sua trajetória

A loira contou que quando recebeu o convite se sentiu desafiada e logo topou: "Quando recebi o convite, achei desafiador. Eu pesquisei na internet para ver como foram as outras edições e achei que seria menos pior. Mas quando cheguei, vi o tamanho do desafio"

Ela ainda avaliou sua participação, lembrando de sua trajetória: "A minha experiência, não vou mentir, foi bem sofrida. Tirei toda a garra que eu tinha do meu interior. E coloquei na minha cabeça que eu ia aguentar. Só não aguentava a falta de banho. Estou orgulhosa de ter aguentado os bichos e os mosquitos sem ter medo, ter aguentado a tempestade, o sol! Não tive nem uma dor na unha, não tive nada. Eu acordava disposta e ia para as provas com a força de um leão."

Mudança de Tribo

No programa que foi ao ar na última terça-fera, 22, a tribo Carcará foi surpreendida, tendo que transferir um de seus membros para o grupo adversário. Íris acabou empatando com Gui Napolitano (30), mas não conseguiu escapar e foi para o Calango. 

Mesmo tendo ficado pouco tempo com os Calangos e criando muitas desavenças nos Carcarás, ela conseguiu identificar pontos positivos em ambas as tribos: "A Carcará é muito séria. A tribo toda é muito ligada em esportes, alguns são profissionais, todos muito focados. Eles só foram se soltar com mais de uma semana de convivência, depois de perdermos o luau. Mas eles são bons em tudo: em mira, em força. Nunca vi nada igual."

"Já na tribo Calango era diferente, eles dançavam, cantavam, eram mais descontraídos. A alegria da Calango, o charme. Mesmo perdendo, eles levantavam brincando, o Kaysar agitava e todo mundo ria, não brigavam uns com os outros.", finalizou ela. 

Chateação com o Carcará

Ela ainda confessou que no começo, ficou extremamente chateada com os membros da Carcará, por isso soltou o verbo para os Calangos: "No começo sim, mas acho que era culpa minha porque logo no início, na prova da duna, eu fiquei muito insegura. Eu achei que eu ia passar vergonha e não deveria ter mostrado isso para eles. Eu estava chateada por ter sido votada e acabei contando tudo. Eu queria ter ficado na Carcará. Mas respeito, jogo é isso mesmo."

Pra quem fica a torcida? 

Por fim, ela entregou para quem vai sua torcida:"Eu estou entre Paula e André, são os meus preferidos. A Paula é muito focada e tem disciplina no que ela faz. E o André porque, além de ser bom no jogo, ele tem piedade dos que erram"