Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Grávida de uma menina, Carol Castro desabafa: 'Não a educarei para ser uma princesa'

De vestido soltinho, atriz exibiu o barrigão e falou das expectativas para a chegada da primeira herdeira

CARAS Digital Publicado em 08/03/2017, às 13h11 - Atualizado às 13h22

Grávida de uma menina, Carol Castro desabafa - Reprodução Instagram
Grávida de uma menina, Carol Castro desabafa - Reprodução Instagram

A atriz Carol Castro fez um desabafo nas redes sociais nesta quarta-feira, 8. Esperando uma menina, ela aproveitou o Dia Internacional da Mulher para fazer uma reflexão.

+ Carol Castro faz mistério em foto, deixa o barrigão de fora e comemora: 'Tá crescendo

"Carrego uma mulher em meu ventre (...) e não a educarei para ser uma princesa. A ensinarei, sim, a ser uma guerreira", diz em post.

Grávida de 4 meses, a atriz espera filho do relacionamento com o eleito, Felipe Prazeres.

Veja na íntegra:

Sim.
Carrego uma mulher no meu ventre.
Que honra! Que bênção... Que responsabilidade.
E não a educarei para ser uma princesa.
Isso, ela já é por natureza.
Afinal, somos todas rainhas...
A ensinarei sim, a ser uma guerreira.
O que ela, também, já é por natureza.
Mas isso sim, não pode jamais ser esquecido.
Ou ser deixado de lado.

Essa garra...a coragem, o amor como princípio...
A lutar.
Sem passar por cima de ninguém.
Sem perder a ternura.
Mas com a força feminina que, só nós mulheres, sabemos o que é.
Nosso corpo sabe.
Ele nos lembra todo mês.
Com as luas e marés.
Com A Natureza nos fazendo sangrar.
Pra nunca esquecer que podemos criar e o que podemos suportar.

Isso é o que nos difere dos homens:
O nosso corpo. Nosso templo sagrado.
Esse centro energético de criação.
Esse núcleo de Vida e da Vida.
Nas tarefas mundanas, no trabalho, na vida lá fora...somos iguais, sim.
E merecemos essa igualdade.
Esse respeito.
Esse reconhecimento.
Pelo o que somos, pelo o que representamos e pelo o que lutamos.
Sem radicalismos. Sem separatismo.
Vamos juntas e juntos.
Homens e mulheres.
Ensinemos isso para nossas crianças.
Esse caminhar junto.
Diferentes,sim, no corpo, mas iguais nos direitos e deveres.
Com a força da delicadeza , tudo dá certo.
E que assim seja...
São todos os dias.
Todas as horas.
Todos os segundos.
Sim
.

Sim. Carrego uma mulher no meu ventre. Que honra! Que bênção... Que responsabilidade. E não a educarei para ser uma princesa. Isso, ela já é por natureza. Afinal, somos todas rainhas... A ensinarei sim, a ser uma guerreira. O que ela, também, já é por natureza. Mas isso sim, não pode jamais ser esquecido. Ou ser deixado de lado. Essa garra...a coragem, o amor como princípio... A lutar. Sem passar por cima de ninguém. Sem perder a ternura. Mas com a força feminina que, só nós mulheres, sabemos o que é. Nosso corpo sabe. Ele nos lembra todo mês. Com as luas e marés. Com A Natureza nos fazendo sangrar. Pra nunca esquecer que podemos criar e o que podemos suportar. Isso é o que nos difere dos homens: O nosso corpo. Nosso templo sagrado. Esse centro energético de criação. Esse núcleo de Vida e da Vida. Nas tarefas mundanas, no trabalho, na vida lá fora...somos iguais, sim. E merecemos essa igualdade. Esse respeito. Esse reconhecimento. Pelo o que somos, pelo o que representamos e pelo o que lutamos. Sem radicalismos. Sem separatismo. Vamos juntas e juntos. Homens e mulheres. Ensinemos isso para nossas crianças. Esse caminhar junto. Diferentes,sim, no corpo, mas iguais nos direitos e deveres. Com a força da delicadeza , tudo dá certo. E que assim seja... São todos os dias. Todas as horas. Todos os segundos. Sim. #diainternacionaldamulher #meusrabiscos #revolucaofeminina #desistirjamais #guerreiras #girlpower #anosdeluta #seguealuta #lutacomamor #igualdade #liberdade #forçafeminina #homensemulheres #niunamenos

Uma publicação compartilhada por Carol Castro ?C.C? (@castrocarol) em