Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS
TV / Sem expectativas!

George R. R. Martin, autor dos livros de "Game of Thrones", revela decepção com final da série

George debateu sobre a HBO preferir remover alguns personagens e dar os enredos aos outros para agradar o público

CARAS Digital Publicado em 07/05/2019, às 14h52 - Atualizado às 16h05

George R. R. Martin no set de gravação de Game of Thrones - Foto/Destaque Instagram HBO
George R. R. Martin no set de gravação de Game of Thrones - Foto/Destaque Instagram HBO

Game of Thrones, infelizmente, está em reta final — o último episódio da série irá ao ar no dia 19 deste mês, mas nem todo mundo está feliz com o caminho que a série está seguindo rumo a batalha final. Fãs da história vivem em constantes discussões sobre a produção da HBO ter decaído durante os anos, e não poder mais ultilizar materiais dos livros de George R. R. Martin – o autor só escreveu quatro dos seis que estão planejados, além disso, ele não está envolvido na série como nas temporadas anteriores.

Recentemente em uma entrevista para o “60 Minutes”, George explicou que suas opiniões sobre a temporada final da série foram delimitadas nas reuniões de roteiro e produção. Já durante uma conversa com a Rolling Stone, ele também comentou a respeito das histórias e personagens tomarem rumos diferentes do que ele planejou para os livros, como o de Daenerys: “É claro que eu tenho uma reação emocional [a isso]. Quero dizer, eu preferiria que eles fizessem exatamente do modo que eu fiz? Claro”, disse.

O autor revelou que o processo criativo com a produção da série pode ser “traumático” e muito cansativo. Às vezes, a minha visão criativa e a deles não combina, e você se encontra naquela famosa situação de diferenças criativas — o que leva a muitos conflitos”, afirmou. Além disso, ele também gostaria que a série tivesse mais temporadas, para poder desenvolver melhor todas as histórias — que são bastante complexas e díficeis de escrever. “A série não tem sido… completamente fiel. Caso fosse, teria mais cinco temporada. É complexo. Um pouco triste, na verdade. Eu queria que tivesse mais temporadas”.

A série vai terminar do jeito que George previu, mas o autor continua incomodado.Para alguns personagens secundários, terá grandes diferenças. Alguns dos desvios da história, é claro, são porque eu tenho sido muito devagar com os livros. Eu realmente deveria tê-los terminado há quatro anos — e se eu tivesse, talvez [a série] estivesse contando uma história diferente”. ​