Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Acostumada com papeis sensuais, Rita Guedes fala de personagem religiosa em Flor do Caribe: “Choro antes de interpretá-la”

Atriz afirma que deixou de morar nos EUA para poder interpretar Doralice, que acaba de entrar em um convento

Luiza Camargo Publicado em 11/07/2013, às 12h13 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Rita Guedes vive Doralice, em 'Flor do Caribe' - TV Globo
Rita Guedes vive Doralice, em 'Flor do Caribe' - TV Globo

Aos 41 anos, Rita Guedes é conhecida nacionalmente pelas curvas e por seus personagens ousados e sensuais nas novelas, como em Irmãos Coragem e Alma Gêmea. Mas, nos últimos meses, vem recebendo elogios e emocionado o público que assiste Flor do Caribe. Na trama, ela vive a simples e religiosa cozinheira Doralice, que após sofrer muito com sua incapacidade de não poder gerar um filho, partiu para um convento.

+'Flor do Caribe': Doralice vai para o convento e fica amiga da irmã Júlia

+ O make de Grazi Massafera, em Flor do Caribe, e o de Sophie Charlotte e Paolla Oliveira

“Essa personagem está sendo uma delícia de fazer, já que ela é muito diferente de tudo quanto é registro meu. Estou adorando esse desafio. Ela é tão simples, tem um amor tão genuíno, que eu até choro antes de interpretá-la, quando eu recebo as falas. Ela tem uma sensibilidade muito forte, se doa muito, acho lindas essas características em uma pessoa”, afirmou a atriz em entrevista à CARAS Online.

+Rita Guedes confessa: 'Tenho medo de cirurgia plástica'

A paixão pelo papel foi tão grande que ela mudou completamente sua vida para conseguir vivê-lo.

Estava morando nos Estados Unidos por cinco anos e passei alguns meses aqui. Quando eu ia voltar, o Jayme Monjardim me convidou para interpretar a Dora. Acabei ficando no Brasil por causa dela. Mudei meus hábitos também, deixei de ir a festas, agitos e sair muito de casa, para conseguir entender a essência dela, que é muito retraída e sentimental. Sou movida a paixões, e me apaixonei pela Dora”, afirma Rita.

+ ‘Tripliquei de amigos no Facebook’, afirma Josafá Filho, o Filipinho de ‘Sangue Bom’

+“Já me chamaram de corno nas ruas”, afirma Armando Babaioff, o Érico de 'Sangue Bom'

Nos últimos capítulos, Doralice foi para um convento, mas Rita afirma que esta estadia é apenas temporária.

Ela ama o Quirino (Ailton Graça) e os filhos, mas tem um trauma muito forte na vida dela, quando ela perdeu a filha ao dar à luz e teve que retirar o útero. A Dora vai superar seus traumas e dramas e acredito que ela vai voltar do convento  fortalecida e feliz. Pela sua trajetória, ela merece ser feliz”, diz a atriz.

Outra polêmica que envolve Doralice é o fato de que ela poderia ser apaixonada pelo enteado, Juliano (Bruno Gissoni), e estaria deprimida ao vê-lo noivo de Natália (Daniela Escobar). Para Rita, essa possibilidade não existe.

Acho que como a minha idade e a do Bruno não são muito distantes para sermos mãe e filha, o público confunde. Fomos até conversar com a direção da novela, afirmando que o público nas redes sociais tem falado muito isso. Mas de maneira alguma ela gosta do Juliano como homem. Ela gosta dele como filho e tem ciúmes da Natália por ela poder ter um filho sendo mais velha, o que é impossível para a Doralice”, declara Rita.