Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS

Filhos de Marcelo Rezende negam desavenças com Luciana Lacerda: "Reconhecemos o que ela fez por nosso pai"

Diego e Patrícia ainda revelaram o motivo do pai ter abandonado o tratamento médico tradicional

CARAS Digital Publicado em 25/09/2017, às 08h01 - Atualizado às 12h23

Diego e Patrícia, filhos de Marcelo Rezende, conversam com Roberto Cabrini - SBT/Divulgação
Diego e Patrícia, filhos de Marcelo Rezende, conversam com Roberto Cabrini - SBT/Divulgação

Diego Esteves e Patrícia Adriessen, filhos de Marcelo Rezende, negaram qualquer inimizade com Luciana Lacerda, ex-namorada do jornalista, durante entrevista ao Conexão Repórter, do SBT, exibido na madrugada desta segunda-feira, 25.

"Ela ficou muito próxima ao meu pai nesses últimos quatro meses.Ele começou o namoro pouco antes de descobrir a doença. E ela ficou do lado dele. Meu pai nunca ficava sozinho, pois sempre precisava ter uma mulher ao lado, uma pessoa que cuidasse dele. Meu pai amava a Luciana. Ele tinha um carinho muito grande por ela. Somos agradecidos à Luciana. Não existe briga entre nós. Reconhecemos o que Luciana fez por nosso pai", disseram os filhos de Marcelo -- morto há pouco mais de uma semana após lutar contra um câncer no fígado e no pâncreas.

Eles revelaram ser "inevitável" ouvir boatos sobre a relação dos herdeiros com a ex-namorada do pai, mas afirmaram que "admiravam" o que Luciana fez nos últimos meses de vida de Marcelo. "A Luciana não foi expulsa da casa [após a troca das fechaduras]. Ela veio um dia à noite, com o carro dele, estacionou o carro aqui, pegou as coisas dela e saiu de casa já quando meu pai não estava bem", revelou Diego.

+ Geraldo Luis abre o jogo e conta detalhes da relação de Marcelo Rezende e Luciana Lacerda

Diego e Patrícia ainda relembraram como ficaram sabendo da doença do pai e o motivo para não seguir com o tratamento médico tradicional. "Ele foi jornalista, foi bem objetivo. Disse que estava com câncer e que já havia se espalhado para o fígado. Ele, de repente, sabia que cura dele não ia ser física, mas a cura da alma", explicaram.