Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Filha de hippies, Laila Zaid interpretará uma patricinha consumista em Além do Horizonte

Filha de hippies, Laila Zaid se prepara para interpretar uma patricinha consumista em Além do Horizonte e diz ter poucas amigas: "Isso eu vivo mais na ficção", afirmou

CARAS Online Publicado em 16/10/2013, às 11h46 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Laila Zaid - TV Globo / Divulgação
Laila Zaid - TV Globo / Divulgação

Laila Zaid interpretará uma patricinha em Além do Horizonte, novela que substituirá Sangue Bom. A atriz será Priscila, uma consumista que fala o que pensa e adora opinar na vida da melhor amiga, Lili (Juliana Paiva).

+ Laila Zaid revela seus truques de beleza

Ela tem um parafusinho a menos, quer se divertir, e é do bem. Como a Priscila não tem uma ocupação que a preencha, ela vive intensamente a vida da Lili e também tem o Álvaro (Rômulo Estrela), seu namorado, que supre a carência dela”, explica a atriz em entrevista ao site oficial da novela.

+ Laila Zaid em versão DJ

A obsessão de sua personagem pelo consumo e por se vestir bem não poderia estar mais distante da vida de Laila. “Ela é rica, está acostumada a ter tudo, mas não chega a ser perua. O figurino dela é muito chique, poderoso. Eu sou muito do conforto, quase não compro roupa. Meus pais eram hippies, então o consumo não veio para mim. Se eu tiver que escolher uma roupa, vou usar vestido, que é uma peça só. Não tem que pensar muito", comentou.

Em Além do Horizonte, Laila irá mostrar sua veia cômica mais uma vez, característica que marcou o seu primeiro papel na TV, a Bel de Malhação, em 2004, 2005 e 2006. “Comecei fazendo humor e me encontrei, foi uma área confortável para mim. Agora estou tentando resgatar o humor. Eu me divirto, penso como vou fazer isso engraçado, mas sem perder a naturalidade da personagem. A Priscila não é um estereótipo, nem clichê”,diz.

Também diferente de sua personagem, a atriz afirmou não ter um grande número de amigos. “Tenho poucas amizades femininas, isso eu vivo mais na ficção. A maioria das minhas amizades é com homens. Eu me identifico com a energia mais simples, mulher é muito mais elaborada, sofisticada. Eu sou mais pragmática”, garantiu.  Além do Horizonte, de Marcos Bernstein e Carlos Gregório, estreia em 4 de novembro.